Prefeitura normaliza fornecimento de água para a população

O trabalho foi finalizado na sexta-feira dia 5 pela Prefeitura Municipal, por meio do DEAGUA e o Poço Profundo ”Alcineu Eleodoro” já fornecendo  água para toda a cidade

Cidade
Guaíra, 11 de julho de 2019 - 08h30


O poço estava inoperante desde o último dia 20 de junho, quando a bomba reserva, que estava instalada à cerca de 20 dias, apresentou problemas semelhantes aos que danificaram o equipamento titular no final do mês de maio. Com ambas as bombas paradas, o prefeito José Eduardo Coscrato Lelis, determinou que fosse adquirido um novo equipamento que está em funcionamento atendendo toda a população.

O trabalho foi finalizado, na sexta-feira, dia 5, pela Prefeitura Municipal, por meio do DEAGUA, Departamento de Esgoto e Água de Guaíra e o Poço Profundo ”Alcineu Eleodoro” instalado no Bairro Tonico Garcia, já está normalizado para o fornecimento de água para toda a cidade.

De acordo com o diretor do DEAGUA, Lucas Froner, a solução para o problema não foi simples. ”Além dos problemas legais para a contratação das empresas que fizeram o serviço de substituição do equipamento, pois temos que seguir o que está previsto na Lei das Licitações, o poço apresentou um rebaixamento do nível da água” explicou Froner.

O Poço Profundo ”Alcineu Eleodoro” capta água direto do Aqüífero Guarani, a maior reserva de água doce do planeta, que está, em Guaíra, a cerca de 700 metros de profundidade. Quando perfurado a água sobe formando uma câmara onde é transportada a superfície pelo sistema de bombeamento. Essa captação estava sendo feita a 140 metros de profundidade. Com o rebaixamento do nível dessa câmara o DEAGUA teve que adquirir mais 18 metros de tubulação, chegando ao limite da câmara de água, fazendo a captação agora a 158 metros de profundidade. Se o nível da água continuar em declínio somente com um novo trabalho de perfuratriz rebaixando a câmara de água, o que demanda muito tempo e um considerável valor em dinheiro, é que o poço terá condições de continuar a ser usado.

Problema semelhante foi diagnosticado em novembro do ano passado no Poço Profundo da Avenida 5, quando também houve a necessidade de acoplar mais tubos para descer a bomba ao nível da água continuando assim o abastecimento da cidade.

O rebaixamento do Aqüífero Guarani também vem gerando problemas para cidades da região como Barretos e Bebedouro dentre outras. Existem informações de locais que houve a necessidade de aprofundamento de poços em mais de 50 metros.

Todavia para amenizar o risco de desabastecimento e não forçar o trabalho das motos bomba, o prefeito José Eduardo Coscrato Lelis, já determinou a construção de um reservatório de água no Bairro Tonico Garcia, com investimento de aproximadamente R$ 1 milhão, o que auxiliará aquela região da cidade em caso de pane nos equipamentos dos poços da cidade e também da ETA, Estação de Tratamento de Água, instalada no Ribeirão do Jardim.

”Nós sabemos das dificuldades que toda a população, inclusive a gente, que passou estes dias com o desabastecimento de água. Agora o problema já está resolvido e estamos implementando esforços para que, no futuro, a cidade não sofra mais com o desabastecimento. Mesmo com todas as medidas que estamos adotando é imprescindível que a população se conscientize sobre a importância da economia da utilização da água, pois somente com atitudes em conjunto do poder público e do povo é que poderemos afastar o risco de desabastecimento da cidade” finalizou o prefeito José Eduardo Coscrato Lelis.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos