Saúde convoca população para vacinação contra sarampo

Casos foram confirmados em Ribeirão Preto e Rio Preto; com viagens, o vírus transita rapidamente de uma cidade para outra

Saúde
Guaíra, 10 de setembro de 2019 - 10h18


Os diversos surtos de sarampo registrados no país, principalmente no Estado de São Paulo, fizeram a prefeitura, na sua pasta municipal de Saúde, entrar em estado de alerta. Com isso, na última sexta-feira dia 6, o secretário da pasta Jorge Uatanabe do Prado, emitiu comunicado convocando a população a comparecer na USF – Unidade de Saúde da Família – mais próxima para tomar a dose contra o sarampo.

A preocupação da administração municipal segue na esteira das notificações de casos positivos em cidades da região, como Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, Fernandópolis e Jales. Dessa maneira, o governo está a espera do público alvo para se imunizar. ”A apreensão se justifica porque é intenso o trânsito de pessoas de uma cidade para outra, seja a trabalho, diversão ou turismo, levando se em conta que recentemente ocorreram duas festas de abrangência nacional, Festa do Folclore em Olímpia e Festa do Peão de Barretos” afirma o Executivo.

”A vacina é única forma de evitar o avanço do sarampo no país. Temos que imunizar nossa população porque o sarampo está nos rodeando com casos confirmados em cidades da região” alerta Jorge. No esquema vacinal, crianças e adultos jovens de 1 a 29 anos têm que ter 2 doses; adultos de 30 a 59 anos devem ter tomado pelo menos 1 dose; profissionais do ramo da saúde, duas doses, independente da idade; e as crianças de 6 a 11 meses podem receber a vacina zero, mas precisam tomar outra de 12 e 15 meses. ”Todas essas idades elencadas devem comparecer aos postos, de preferência com a carteira de vacinação, no entanto, quem não tiver o documento, também devem ir à unidade para se imunizar” finaliza Uatanabe…



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Saúde
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos