APAE realiza semana Azul – Dia Mundial de Conscientização ao Autismo

Geral
Guaíra, 2 de abril de 2016 - 09h32

Lojistas, funcionários públicos e sociedade guairense aderem à campanha Semana Azul – Dia Mundial de Conscientização ao Autismo – comemorado hoje

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Guaíra (APAE) promove hoje a Campanha Semana Azul, Dia Mundial de Conscientização ao Autismo.

Uma parceria entre a APAE e Associação Comercial e Industrial de Guaíra (ACIG), por meio dos lojistas fez com que o comércio decorasse as vitrines das lojas com a cor Azul – a cor símbolo da campanha de conscientização do Autismo – com o objetivo de chamar atenção da população quanto à causa.

Em diversos setores do Poder público, os servidores municipais e a população usaram roupas ou o laço azul durante a semana, como forma de adesão à campanha.

“Queremos conscientizar a sociedade sobre a situação de pessoas com o espectro do autismo, que devem conviver socialmente. Segundo a Organização Mundial de Saúde, existem hoje no mundo mais de 70 milhões de pessoas com autismo e 2 milhões no Brasil.  E nós da APAE ficamos felizes com o apoio recebido pelos lojistas, os servidores municipais e  pela sociedade civil que aderiram à campanha”, declarou a presidente da APAE, Marivani Medeiros Carvalho Pugliesi.

A presidente da entidade convida a população a participar da campanha. “Vistam-se de azul, façam uma selfie, e compartilhem na rede social da APAE (www.facebook.com/apaedeguaira.apae). A participação de cada um é importante para conscientizar a todos “, disse Marivani.

O QUE É AUTISMO?

Por ser um distúrbio com diferentes níveis de comprometimento, recebe o nome de “espectro autista”. Para entender melhor, imagine um dégradé, que vai de cores muito escuras, em que se encontram os casos mais graves, até os tons mais claros.
Apesar de os sinais do transtorno variarem, há três comprometimentos que são considerados mais comuns. O primeiro é na interação social, o segundo sintoma recorrente é a dificuldade na comunicação e como terceiro sinal, há a questão comportamental.

De acordo com a diretora técnica da APAE, Carla Bruno, o diagnóstico não é tão simples assim. A avaliação deve ser clínica e feita por uma equipe multidisciplinar.  Por isso, mediante qualquer desconfiança sobre desenvolvimento do seu filho, procure um especialista. “Quanto mais precoce começar as intervenções, melhor o prognóstico. É importante procurar as terapias adequadas o quanto antes, porque o sistema nervoso poderá responder aos estímulos rapidamente”, explica a diretora técnica.

Atualmente, a APAE de Guaíra atende autistas por meio do Núcleo de Apoio ao Autista, através da equipe técnica composta por professores especializados, psiquiatra, assistente social, psicólogo, fonoaudiólogo, fisioterapeuta e terapeuta ocupacional.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Geral
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente