Assassinato e tentativa de homicídio em véspera de feriado assustam moradores de Guaíra

Geral
Guaíra, 9 de setembro de 2017 - 10h31

Os crimes aconteceram no início da noite do dia 06, véspera de feriado. Dois homens foram alvejados no Jardim Elisa

Um jovem de 26 anos e outro de 25 foram baleados no início da noite do dia 06, quarta-feira, no bairro Jardim Elisa. O crime aconteceu nas proximidades de um bar na avenida Edson Bernardes do Nascimento.

Douglas Barbosa Rodrigues de 25 anos não resistiu aos ferimentos e faleceu no local. De acordo com o delegado Dr. Rafael Faria Domingos “a PM chegou ao local e constatou que ele havia sido alvejado por disparos de calibre 12 – 9mm, especialmente na cabeça. O SAMU foi chamado e contatou o óbito no local”. Douglas era conhecido pelo apelido de “dog” e, segundo Faria, era conhecido dos meios policiais.

Além de Douglas, outro jovem de 25 anos foi ferido, mas sobreviveu. Carlos Vinícius de Souza Pereira foi levado para a Santa Casa de Guaíra onde foi operado e permanece internado. De acordo com o hospital, seu quadro de saúde é estável.

A perícia técnica foi chamada no local e posteriormente a PM instaurou inquérito para investigar os crimes.

Segundo o Dr. Rafael, tudo indica que há uma relação com o homicídio do cigano Elvis, já que havia elementos na investigação do assassinato do cigano de possível envolvimento do Douglas.

Relembre o caso

Elvis Alvarenga foi assassinado na porta de casa na tarde do dia 03 de julho deste ano. Indivíduos efetuaram diversos disparos, atingindo a vítima nos braços e abdômen.

No dia seguinte outro homem de 32 anos foi vítima de tentativa de homicídio. Ele levou dois tiros, sendo um na coxa e outro no abdômen e sobreviveu. O suspeito de efetuar os disparos era pai de Elvis.

No dia 18 de julho a Polícia Civil informou ter identificado os suspeitos do crime contra Elvis. Após representar ao Judiciário, 24 policiais civis, liderados pelo delegado Rafael Faria Domingos, deram cumprimento a mandados de busca e apreensão em oito imóveis e detiveram duas pessoas, que foram presas temporariamente por 30 dias na época.

 



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Geral
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente