Diocese de Barretos libera missas presenciais; Guaíra fará adaptação antes de abrir aos fiéis

 Padre Diego, da Igreja Nossa Senhora Aparecida, confirmou que ele e os párocos Luiz e Edisson estão organizando todas as exigências de segurança e higiene antes de anunciar a abertura das paróquias locais

Geral
Guaíra, 22 de julho de 2020 - 22h11

Ontem (22), o bispo Dom Milton Kenan Júnior confirmou a retomada das atividades presenciais das igrejas que fazem parte da Diocese de Barretos, ressaltando que todas deverão seguir protocolos para o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

Após mais de quatro meses sem a participação presencial dos fiéis, as igrejas de Guaíra afirmam que vão seguir as orientações do bispo, porém, antes, farão todas as adaptações em seus locais para, somente assim, liberar as missas presenciais.

“Tem todo um processo interno a ser feito. E teremos que enviar as informações à Diocese, para somente assim ela liberar. Ainda não decidimos quando e que dia retornaremos presencialmente, mas assim que ficar decidido publicaremos como será o processo de reabertura”, afirma o Padre Diego, da Igreja Nossa Senhora Aparecida, em Guaíra.

Segundo o pároco, até o final do mês, provavelmente, as igrejas permanecerão fechadas. “Temos todo um caminho a seguir, com todas as adaptações necessárias. Vamos nos preparar primeiro para depois fazer o processo de reabertura”, completa.

De acordo com as orientações do Dom Milton Kenan Júnior, em cada município, as igrejas deverão seguir as orientações:

– Caberá a cada pároco, ouvindo se possível o Conselho Pastoral paroquial (CPP) de sua respectiva paróquia, e levando em conta as orientações sanitárias do município, permitir que em alguns horários da semana se realizem na igreja matriz e capelas celebrações com a presença de 20% do número de fiéis que o espaço da igreja comporta;

– uma vez tomada a decisão de reabrir as igrejas para a participação reduzida dos fiéis, caberá ao pároco informa à Chancelaria da Diocese com uma carta na qual conste as medidas tomadas em sua paróquia assim como anexar croqui da igreja contando a capacidade máxima de pessoas e a quantidade que corresponde aos 20% de pessoas.

– as pessoas do grupo de risco, como aquelas com idade acima de 60 anos e crianças até os 12 anos sejam admoestadas a não participarem destas celebrações , continuando a acompanhar a Sagrada Liturgia pelas “lives” disponibilizadas pelas paróquias;

– nos municípios onde há mais do que uma paróquia, caberá aos padres agirem em conjunto, embora caiba a cada pároco assumir a responsabilidade de aderir estas orientações;

– é obrigatório o cumprimento das orientações da CNBB para as celebrações comunitárias no contexto da pandemia da Covid-19. O descumprimento dessas medidas poderá acarretar ações judiciais e canônicas sobre o pároco que responde judicial e canonicamente pela sua comunidade paroquial;

-a flexibilização da participação dos fiéis nas celebrações litúrgicas mantém ainda a dispensa do cumprimento do preceito dominical. Por isso, mesmo com a possibilidade de manter alguns horários para a participação de grupo reduzido de fiéis às celebrações , deverão manter-se a transmissão das celebrações litúrgicas seja pelo rádio, como pelas mídias sociais;

– indico algumas medidas para a participação de grupo reduzido de fiéis às celebrações: agendamento prévio (na secretaria paroquial), uso obrigatório de máscara, uso de álcool em gel para higienizar as mãos; distanciamento de 1,5m a 2m das pessoas, medir temperatura das pessoas na entrada das igrejas;

– as orientações litúrgicas encontram-se nas orientações da CNBB. Todas as medidas devem partir sempre da orientação das autoridades sanitárias do município e cessam a partir do momento em que as autoridades determinem o contrário.

 


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Geral
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente