A ano de 2016 não será maravilhoso!

Editorial
Guaíra, 26 de agosto de 2015 - 11h11

Se há um sentimento que abominamos é este sentimento de pessimismo!

O pessimista “acaba” com qualquer esperança no futuro e faz o presente ter um gosto amargo de ranço.

Em qualquer circunstâncias, quando os amigos ou familiares se reúnem, invariavelmente o assunto volta-se para a crise econômica que assola nosso país.

Mas, é da nossa presidente a visão de que ano de 2016 não será fácil! Finalmente ela admitiu que se “enganou” com relação à crise econômica do Brasil.

Os efeitos não param de acontecer: aqui mesmo em nossa cidade já nota-se que alguns setores “abaixaram” seus preços se quiserem sobreviver. O aluguel de casas é um bom exemplo disso, assim como a mão de obra qualificada. O material de construção também deu um repuxo.

Ainda na cidade de Catanduva onde esteve com o Governador do Estado, Geraldo Alckmin, a presidente admitiu que o ano que vem não será um ano maravilhoso!

A culpa disso tudo? Segundo Dilma a culpa é da crise internacional, o mercado internacional e a turbulência no mercado Chinês!

Dilma reconheceu que as pessoas estão preocupadas com o emprego e com a alta da inflação “que vem, de fato, crescendo”, mas disse que a boa notícia é que os índices inflacionários começam a cair, com um viés de baixa. “As pessoas querem resolver tudo rapidamente, nossa ideia é que as dificuldades sejam superadas o mais rapidamente possível”. E alfinetou a oposição: “Mas com gente torcendo pelo ‘quanto pior, melhor’, vai ser mais lento sair da crise”.

“Espero que a situação melhore no futuro, mas não tem como garantir que 2016 será maravilhoso. Não teremos uma situação maravilhosa em 2016 (no País), mas também não será aquela dificuldade imensa que muitos pintam”, finalizou nossa presidente.

Nada que nos surpreenda!


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LEIA TAMBÉM
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente