Cortando na carne!

Editorial
Guaíra, 21 de agosto de 2015 - 10h31

Conta um antigo ensinamento que para economizar, uma pessoa deixou todas as bocas do fogão aceso, para economizar fósforos!

Pois é, até para se fazer economia é preciso ter competência e sabedoria.

Nosso prefeito viu que para governar – de acordo com a Lei – ele não poderia sustentar a farra dos comissionados em cargo de confiança!

Assim, algumas demissões já começaram a pipocar por toda a cidade! Pior para quem acreditou que ficaria na função pelo menos os 4 anos do atual prefeito. É melhor para o funcionário efetivo, que poderá ocupar o cargo-vago ainda ganhando uma gratificação referente à sua função.

No início, e oficialmente, seis cargos já foram dispensados. Mas, os eternos boatos que sempre rondam assuntos como estes, dão conta que mais 20 ou 30 pessoas ligadas à prefeitura serão dispensadas.

Assim, o cidadão que tinha se beneficiado com um cargo na prefeitura está ultimamente sentindo um frio na barriga pois a nossa economia apertada do jeito que está, perder o emprego nesta altura do campeonato seria o mesmo que comprometer as prestações já feitas!

Tomara que nosso prefeito não faça como o exemplo de má economia, deixando as bocas de gás acesas para economizar fósforos, ou seja, que todos os cortes não se restrinjam apenas ao quadro funcional, mas que isto se estenda às inúmeras consultorias, às terceirizações, contratos com prestações de serviço, como por exemplo, a publicidade e limpeza pública.

Será que adianta querer economizar agora, depois de quase 3 anos de má administração? Gastos excessivos com empresas de comunicação, de consultorias com projetos que nem saíram do papel, de prestação de serviços, com aluguéis de prédios não utilizados, cargos em excesso, bonificações altíssimas para os funcionários de “confiança”, e por aí vai…

Pelo menos Sérgio de Mello começou: vai fazer uso da Internet para divulgar sua matéria obrigatória que era feita pelo Diário Oficial impresso e vai passar a ser online. E tem mais, se daqui para frente ele começar a governar de fato, o próprio cidadão vai sentir na pele os efeitos de sua economia e o tão importante “boca a boca” vai funcionar muito melhor do que uma equipe inteira de publicitários, pagos a preço de ouro.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LEIA TAMBÉM
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente