É hoje!

Editorial
Guaíra, 10 de maio de 2017 - 11h10

Se nada der errado, hoje é o dia “D” esperado por todo o Brasil pois será quando o ex-presidente Lula ficará frente a frente com o juiz Sergio Moro.

Em rede Nacional e pelas redes sociais, Moro pede que não compareçam em Curitiba somente para ver este embate. Ele teme que as pessoas se machuquem. No entanto, a própria defesa de Curitiba espera, no mínimo, 50 mil pessoas de modo que as imediações do Fórum terão segurança reforçada.

Lula é o último a prestar depoimento na ação em que ele é acusado de ter recebido propina da empreiteira OAS por meio da reserva e reforma de um tríplex no edifício Solaris, no Guarujá (litoral de São Paulo), em 2009, e também pelo armazenamento de bens do ex-presidente depois que ele deixou a Presidência.

A defesa do ex-presidente nega irregularidades e diz que Lula nunca teve a propriedade ou utilizou o apartamento. Sobre o acervo presidencial possuem “interesse público e histórico”. A defesa classificou a contribuição da OAS como um “apoio cultural” e afirmou que a intenção era conseguir um espaço para expor publicamente o acervo.

A primeira vez que Lula conversou com Moro foi no dia 30 de novembro do ano passado, quando foi testemunha de defesa do ex-deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Os dois também trocaram algumas palavras por videoconferência… Com um tom bastante cordial — Lula, da sede da Justiça Federal em São Bernardo do Campo (SP), e Moro, da Justiça Federal do Paraná.

Embora nunca tenham estado frente a frente, a relação entre os dois é marcada por trocas de farpas, que vem aumentando na véspera do depoimento.

Estamos na torcida, pelo mocinho, evidentemente!


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LEIA TAMBÉM
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente