Efeito Pinóquio

Editorial
Guaíra, 10 de maio de 2016 - 08h16

Ainda acredita que Dilma fez as pedaladas para os pobres?  Para manter os programas sociais? Pois saibam que 270 bilhões de reais das pedaladas foram desviados para os empresários em forma de subsídios, retirada de impostos e outros. Mais de 10 vezes o que se gastou no mesmo período com os programas sociais.

Hoje, os principais jornais falam do tamanho do buraco, que só vamos realmente conhecer na quinta-feira, quando Temer assumir o poder. O número de 270 bilhões parece ser o mais realista, mas acredita-se que nem o próprio governo saiba o rombo – afinal de contas tem ainda a dívida dos estados e a inadimplência de programas sociais, como o Fies, ou o de compra de eletrodomésticos para o Minha Casa Minha Vida, que já bate 50% dos usuários. A agência de risco Moody’s estimou, no pior cenário, que o rombo bata 600 bilhões de reais.

Uma dívida impagável. Mesmo para o time de “notáveis” que Temer ainda sonha conseguir.

Anos sombrios pela frente… E que o PT obviamente vai tentar colocar na conta dos que o sucederem.

Dilma vem aproveitando qualquer evento do governo para fazer o discurso – que ninguém aguenta mais ouvir – sobre “golpe”.

Na semana passada, durante entrega de casas do Minha Casa Minha Vida, não foi diferente. O mesmo mimimi.

Só que algumas pessoas estranharam que Dilma se focou mais sobre as parcelas que os usuários do programa pagavam. Deixou bem claro que eles antes pagavam 100, 200 reais de aluguel, e agora, com o Minha Casa Minha Vida, passariam a pagar apenas 25 a 50 reais.

Sabemos que vazou uma carta que o governo está enviando a todos os prefeitos, dizendo que o programa vai sofrer um aumento. Não apenas um aumento singelo, mas um aumento substancial, atingindo até 240%. Uma prestação que era 25 reais passaria para 80 reais, e a de 80 reais passaria para 270 reais.

Coincidentemente, o aumento só passará a valer em julho, quando as pessoas já até terão esquecido quem foi Dilma Rousseff, e o governo Temer estará a pleno vapor.

Por aqui, por nossa redação isto tem um nome: efeito Pinóquio.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LEIA TAMBÉM
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente