-
º º 17:46
Guaíra - SP

Guaíra contra a corrupção

Editorial
Guaíra, 19 de agosto de 2015 - 15h09

O guairense sempre se pergunta: como participar efetivamente  das manifestações que – vira e mexe – instigam o povo brasileiro a ir às ruas e fazer o seu manifesto.

Como  estamos longe dos grandes centros, mas nem por isso o sentimento de civismo é menor, a participação do guairense, desta vez, não foi fazer uma passeata pelas ruas da cidade, foi elaborar uma manifestação por escrito, deixando claro a  assinatura  de nosso cidadão em um projeto de Lei do Ministério Público Federal  onde se pede a aprovação de DEZ MEDIDAS  que se virarem Lei podem acabar, ou, pelo menos  minimizar esta triste página da história do Brasil onde se vê que a corrupção no Brasil, infelizmente compensa!

Para que este Projeto se transforme em Lei é necessário recolher  UM MINHÃO E MEIO DE ASSINATURAS.

Guaíra ainda está inserida nesta campanha! Somente no domingo, na Praça São Sebastião,  foram colhidas 800 assinaturas. O mais bonito neste simples gesto foi a adesão de Homens e Mulheres já na terceira idade, que mal saem de casa, mas que fizeram questão de exercer a sua cidadania contra esta chaga que mancha nosso país.

E como a luta continua, é possível, para aqueles que ainda não depositaram sua assinatura neste manifesto,  engrossar a fileira dos bem intencionados e se dirigir à Av 7, número 552 portando seu CPF e colaborar  com Guaíra e o Brasil.

Dentre as medidas que poderão “salvar” nosso país das aves de rapina do dinheiro público estão: criminalizar o enriquecimento ilícito, aumentar penas de corrupção, dentre outras. Mas vale ainda se a MPF  virar Lei,  principalmente criminalizar o famigerado “caixa dois” das campanhas eleitorais e permitir a punição dos partidos políticos onde o “toma lá, dá cá”  ou o “é dando que se recebe” das empreiteiras e estatais que investem nas campanhas dos candidatos esperando – como sempre acontece – que no futuro sejam ressarcidas dos seus investimentos.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LEIA TAMBÉM
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos