“Sou ladrão e vacilão”

Editorial
Guaíra, 14 de junho de 2017 - 09h43

O adolescente de 17 anos, que teve a testa tatuada com a inscrição: “eu sou ladrão e vacilão” foi encontrado por amigos no fim da tarde do último sábado (10), em São Bernardo do Campo. Ele prestou depoimento à polícia, no 3º Distrito Policial da cidade, negou ter cometido qualquer furto, foi levado ao posto médico para ser medicado e voltou para a casa da avó.

Os responsáveis pela tatuagem são: o tatuador Maycon Wesley Carvalho dos Reis, 27 anos, e o vizinho Ronildo Moreira de Araújo, 29 anos. No mesmo dia, a juíza Inês Del Cid, da Vara Criminal de São Bernardo do Campo, decretou a prisão preventiva deles.

Pela internet foi feita uma “Vaquinha” para arrecadar dinheiro para remover a tatuagem da testa de adolescente do ABC. No entanto, o criador da ‘vaquinha’ para apagar a tattoo disse sofrer ameaças.

Um dos tios do adolescente afirmou que o menino está bastante assustado com o ocorrido. “Ele é muito querido no bairro e muitas pessoas começaram a procurar por ele. Vieram nos avisar onde ele estava e os amigos foram buscá-lo. Agora ele está na casa da avó, descansando. Vamos cuidar da saúde dele.”

Além de ter a testa marcada com uma tatuagem, o adolescente revelou que teve o cabelo cortado e teve os pés e as mãos amarrados por Ronildo e Maycon.

O advogado da família, Leonardo Rodrigues, declarou que deve se reunir com os familiares para saber quais medidas jurídicas deve tomar nos próximos dias. “Vamos avaliar. Primeiro vamos cuidar dele, ele foi medicado, está assustado com o que passou. Muitas pessoas compartilharam a imagem dele fazendo julgamento sem conhecer os fatos. Ele não fez nada do que foi dito e espalhado na internet.”

A tatuagem foi filmada com o celular de Maycon, compartilhada no WhatsApp e o vídeo viralizou rapidamente. Nas imagens é possível perceber que o adolescente não reage às provocações do tatuador e do vizinho dele. Em certo momento, um deles diz: “vai doer, vai doer”. Em outro momento eles perguntam ao menino o que ele quer tatuar e forçam a resposta: “ladrão”.

Já pensaram se esta moda pega??


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LEIA TAMBÉM
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente