Tudo pela família

Editorial
Guaíra, 25 de outubro de 2016 - 08h07

Derrotado na tentativa de salvar o mandato de deputado federal, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) tem uma prioridade definida: proteger a mulher e a filha. Para os fiéis escudeiros do ex-presidente da Câmara, ele agirá nos próximos meses para blindar a família de eventuais condenações na Operação Lava-Jato. Na política, o peemedebista deve operar nos bastidores, uma vez que está inelegível até janeiro de 2027, quando terá 68 anos.

“Até existem casos de ressurreição, mas a cassação é uma morte política. Ele tem que se concentrar na defesa no Judiciário”, afirma Carlos Marun (PMDB-MS).

A tendência é de que a batalha jurídica de Cunha fique concentrada na Justiça Federal do Paraná, sob ameaça da caneta do juiz Sergio Moro. Mulher do ex-deputado, a jornalista Cláudia Cruz é ré na Lava-Jato, enquanto a filha Danielle está na relação de investigados. Como perdeu o foro privilegiado, o peemedebista deve ver seus processos, em análise no Supremo Tribunal Federal (STF), serem remetidos ao magistrado paranaense.

Réu em duas ações penais, denunciado em um inquérito e alvo de outras investigações, Cunha prefere manter os casos no STF, pois considera inevitável a condenação de primeira instância com Moro. Sua defesa deve formalizar o pedido, porém a Corte tem decisões recentes na contramão. Ele só ficará no Supremo em situações nas quais é investigado ou denunciado ao lado de pessoas com foro — não é o caso das ações em que é réu atualmente.

Aliados evitam falar abertamente, mas, nos bastidores, temem pelo futuro imediato do ex-parlamentar. Projetam, inclusive, a possibilidade da prisão de Cunha em futuras etapas da Lava-Jato. Sobre uma eventual delação, acreditam que a hipótese seria cogitada apenas para “salvar” a mulher e a filha, com a chance de o Ministério Público Federal dificultar um acordo.

Diante destes fatos Cunha desabafou: “Estou pagando um preço muito alto por ter livrado o Brasil do PT.”


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LEIA TAMBÉM
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente