Guaíra mantém decisão do Estado e estende quarentena até 10 de maio

O prefeito declarou que, conforme decisão do STF, o município deve acatar o decreto estadual e que só pode aumentar as restrições, e não flexibilizar

Geral
Guaíra, 21 de abril de 2020 - 09h29

Após anúncio do governador João Doria, na sexta-feira (17), sobre a extensão da quarentena até o dia 10 maio, para todos os 645 municípios do Estado de São Paulo, o prefeito de Guaíra, José Eduardo, confirmou que a cidade segue a decisão.

“Nós não temos opções de discutir o lado sensível da situação. Temos que necessariamente acompanhar o decreto estadual, a prorrogação do governador. Destaque para o posicionamento do STF, que determina que os municípios só podem aumentar as restrições e não flexibilizar. A ideia nossa é mudar quase nada, haja visto que estamos indo bem. Mas, não podemos ter outra posição que não seja acompanhar nosso governo do estado”, disse José Eduardo.

A medida mantém o fechamento de comércio e serviços não essenciais para reforçar o isolamento social e reduzir a circulação de pessoas ante o crescimento de casos e de mortes pela COVID-19. Porém, os estabelecimentos podem funcionar internamente, de portas fechadas, fazendo a entrega de seus produtos por delivery ou drive-thru.

No período de um mês desde o primeiro registro de morte provocada pelo coronavírus em São Paulo, o Estado registrou 12.841 casos confirmados de COVID-19 e 928 mortos pela doença. São Paulo é o epicentro das contaminações por coronavírus no Brasil – o país registrava 39.144 infectados, 22.130 recuperados e 2.484 mortes até segunda (20).

A restrição de acesso a estabelecimentos comerciais e o veto a eventos públicos ou privados com aglomerações está em vigor desde o dia 24 de março. Esta é a segunda vez que o Governo de São Paulo determina a prorrogação da quarentena para reduzir a velocidade de contágio do coronavírus e permitir que o sistema de saúde mantenha a capacidade de atendimento nas redes pública e privada.

Nos hospitais

Nos últimos dias, o número de casos de contaminação pelo coronavírus aumentou a pressão sobre os hospitais públicos e privados, principalmente na rede privada. A taxa de ocupação de leitos de UTI já alcança 60% nas regiões metropolitanas da capital, litoral e interior. Algumas unidades da Grande São Paulo já atuam perto do limite de atendimento.

Outro sinal de alerta para a extensão da quarentena foi a queda do índice de isolamento social tanto na média estadual como na medição específica da capital. No últimosábado (20), o Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI-SP), operado em parceria entre operadoras de telefonia móvel e o IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas) da USP, ambos os índices atingiram apenas 54% – a taxa considerada ideal é de 70%.

O Governo de São Paulo declarou que também vai intensificar as orientações educativas da Vigilância Sanitária do Estado, com apoio da Polícia Militar e de agentes municipais de fiscalização.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Geral
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente