Munícipes não devem viajar nesse feriado de Páscoa

Governo estadual pediu para que a população mantenha o isolamento social e não se desloque para outros municípios ou ao litoral

Geral
Guaíra, 9 de abril de 2020 - 00h05

O governo estadual fez um apelo para a população paulista para que ninguém viaje nesse feriado prolongado da Páscoa. A recomendação é para que se mantenha o isolamento social, contribuindo com as medidas de combate ao contágio pelo novo coronavírus; que tem aumentado em grande escala no estado de São Paulo nos últimos dias.

A recomendação também atinge os cidadãos guairenses, que costumam viajar para outros municípios nessa época do ano, principalmente ao litoral.

“Estamos na Semana Santa e temos um feriado prolongado a partir desta sexta-feira (10), se é que podemos falar em feriado em um período de uma crise tão densa e tão triste como essa. Eu faço um apelo às famílias que, por favor, não se dirijam ao litoral de São Paulo. É um apelo que faço como governador do Estado: permaneçam em casa”, destacou João Doria.

O Governo de São Paulo não instalou bloqueios ou impôs restrições de utilização das rodovias paulistas durante o período de quarentena. Apesar disso, o acesso às praias não está liberado. “Peço que não se desloquem. As praias estão fechadas, no Litoral Norte, no Litoral Sul e na Baixada Santista. Isso foi uma determinação do Governo de São Paulo e uma orientação correta de prefeitos e prefeitas das cidades do litoral do Estado de São Paulo”, pontuou Doria.

O Governador utilizou as estatísticas de contaminação pelo coronavírus para embasar o pedido. Ele destacou que São Paulo tem 56% dos óbitos e 41% dos casos confirmados de COVID-19 no Brasil. Apenas na terça-feira (7), foram registradas 67 mortes por coronavírus, o maior índice desde o início da pandemia. Sem as medidas de quarentena, os números poderiam ser maiores. Por este motivo, o pedido do Governo do Estado é para que a população se conscientize sobre a importância do isolamento e evite fazer viagens.

COVID-19 para o interior

Os pesquisadores da UNESP, que integram o Centro de Contingenciamento do Coronavírus do Estado, se debruçaram sobre vários dados e estudos do IBGE para identificar os principais eixos rodoviários que ligam a capital paulista a outros polos regionais do Estado no contágio pelo coronavírus. “Na medida em que o tráfico aéreo foi interrompido, essa difusão se dá pelo asfalto por esses eixos e num efeito cascata”, explica o professor Raul Guimarães, do Laboratório de Geografia da Saúde na UNESP. O levantamento identificou 13 municípios de médio porte que são o destino da Covid-19: Araçatuba, Araraquara, Bauru, Campinas, Marília, Piracicaba, Santos, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, São José dos Campos, Sorocaba e Votuporanga. “Então, para além da metrópole, estão aparecendo casos nesses 13 principais centros e, em seguida, em municípios predominantemente urbanos que tem forte relação com esses centros”, acrescenta Guimarães.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Geral
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente