Notinha dia 26 de janeiro

NOTINHAS SEM COMPROMISSO
por Kátia Lacativa

Para começar

Quando a deselegância estiver nas roupas, no sapato, no cabelo, fica fácil contornar. Mas, quando a deselegância é no caráter, aí não tem conserto


Santos do dia: Timóteo, Tito, Paula

Anjo do dia: Nelchael

Comemora-se: Dia do hanseniano

Lua: Nova


Então…

Menino, levei anos para compreender que quando minha avó dizia que formiga fazia bem para as vistas era porque você estava  enxergando bem, sua vista estava  boa… Eu achando que era para comer a formiga.

Diálogo sem gracinha

Por que você está chorando?

— Porque me sinto muito gorda.

— Sou sua fada madrinha, faça um desejo.

— Um Big Mac com bacon extra…


Bem assim:

Quando eu era criança, ficava pensando porque minha mãe nunca ficava doente? Hoje eu sei a resposta:

– Mães, mesmo com dor seguem suas rotinas.

– Mães não têm tempo para ficar doentes!


De quem é a ideia?

Quem tem o hábito de caminhar pelo calçadão do nosso Parque Maracá se deparou, esta semana, com alguns avisos escritos no chão, com letras verdes bem claras e legíveis, a palavra “cuidado” no local onde a calçada oferece algum tipo  saliência, oferecendo risco de tropeçar, porque o piso se eleva do nível do chão. Parabéns para o cidadão que fez esta sinalização.


Sabiam disso?

Um exemplar de coruja buraqueira foi resgatado pelos funcionários do parque Maracá com sério ferimento no tórax e na asa direita. Foi encaminhada para o  zoológico municipal e está sendo tratada sendo que  já apresenta grande melhora. Que serviço bonito do nosso Zoológico. 


Abraços, grandes abraços

– Para Dona Luzia Morigushi e toda a sua família;

– Para o Dr. Geraldo Isac, Dona Genin e familiares;

– Para aquele pessoal competente da Academia Água Viva;

– Para o amigo Hamilton Mori;

– Para o Amauri do Fórum;

– Para a amiga do coração, Inês Guedes Carvalho;

– Para a dinâmica Neia Ferreira.


 Desanimador

Amor, quando eu ficar velha, gorda e feia, você vai me amar do mesmo modo?

— Como assim? Você ainda vai ficar pior?


Dizem que é piadinha

— Querida, o que tem para o jantar?

— Língua de boi!

— Credo! Não vou querer não. Onde já se viu comer uma coisa que sai da boca de um animal. Vai lá e faz um ovo!


Para terminar

Se sentir falta de uma mão amiga, segura na sua outra mão. Ninguém fracassa por acreditar em si mesmo.


Direto do túnel do tempo

Esta preciosidade foi enviada pelo amigo Eldemir Saud. Bacharelandos do ano de 1964. A primeira turma da Escola Enoch.



Kátia Lacativa

Katia Lacativa, colunista, professora e diretora de escola aposentada.





Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos