Aspectos da moral no Islã

Opinião
Guaíra, 26 de março de 2017 - 09h53

A moralidade geralmente se refere a um código de conduta, que um indivíduo, grupo ou sociedade tem como autoridade, para distinguir o certo do errado. Tal código de conduta ideal é frequentemente defendido em preferência a outras alternativas.

O Islã como um modo de vida abrangente, engloba um sistema moral completo que é um aspecto importante de sua visão de mundo. Vivemos numa época em que o bem e o mal são frequentemente vistos como conceitos relativos. No entanto, o Islã sustenta que as posições morais não são relativas e, em vez disso, define um padrão universal pelo qual as ações podem ser consideradas morais ou imorais.

O sistema moral islâmico é impressionante porque não só define a moralidade, mas também orienta a raça humana em como alcançá-la, tanto a nível individual como coletivo.

O sistema moral islâmico origina-se de seu credo primário de crença em Um Deus como o Criador e Sustentador do Universo. O Islã considera a raça humana como uma parte da criação de Deus, e como Seus servos.

Do ponto de vista islâmico, o propósito da vida humana é adorar a Deus, levando esta vida mundana em harmonia com a Divina Vontade, e assim conseguir a paz neste mundo e o sucesso eterno na vida do além. Os muçulmanos consideram o Alcorão Glorioso e as Tradições do Profeta como seus guias morais.

Assim é relatado no alcorão: A virtude não consiste só em que orientais vossos rostos até ao levante ou ao poente. A verdadeira virtude é a de quem crê em Deus, no Dia do Juízo Final, nos anjos, no Livro e nos profetas; de quem distribuiu seus bens em caridade por amor a Deus, entre parentes, órfãos, necessitados, viajantes, mendigos e em resgate de cativos (escravos). Aqueles que observam a oração, pagam o zakat (caridade), cumprem os compromissos contraídos, são pacientes na miséria e na adversidade, ou durante os combates, esses são os verazes, e esses são os tementes (a Deus).  (Alcorão 2: 177).

Este versículo sublinha a crença islâmica de que a justiça e a piedade se baseiam, antes de tudo, em uma fé verdadeira e sincera. A chave para a virtude e boa conduta é uma forte relação com Deus, que vê tudo, em todos os momentos e em toda parte. Ele conhece os segredos dos corações e as intenções por trás de todas as ações. Portanto, o Islã ordena o comportamento moral em todas as circunstâncias; Deus está consciente de cada um quando ninguém mais é. Pode ser possível enganar o mundo, mas não é possível enganar o Criador.

Os princípios morais islâmicos, portanto, apelam naturalmente para o intelecto humano, enquanto elevam a busca da moralidade ao nível de adoração. Isto é porque o Islã realiza cada ação que é feita com o objetivo de alcançar o prazer de Deus para ser adoração.

Alguns dos traços de caráter mais preliminares esperados de um muçulmano são piedade, humildade e um sentido profundo da responsabilidade a Deus. Um muçulmano deve ser humilde diante de Deus e com outras pessoas. O Islã também obriga todos os muçulmanos a exercer o controle de suas paixões e desejos, contra a vaidade e o apego excessivo aos prazeres efêmeros deste mundo, dando o direito para cada coisa no seu tempo e devido lugar.


TAGS:

Girrad Mahmoud Sammour

Girrad Mahmoud Sammour, Advogado, Pós Graduado em Processo Civil, Professor Divulgador Do Instituto Latino Americano De Estudos Islamicos-Ilaei, Diretor Da Mesquita De Barretos-Sp. Dúvidas e palestras  [email protected]

Ver mais publicações >

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS PUBLICAÇÕES
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente