Depressão

Opinião
Guaíra, 3 de abril de 2018 - 15h06

Por Girrad Mahmoud Sammour

Depressão e ansiedade são duas condições intimamente relacionadas que afligem a maioria de nós em um momento ou outro. Um pouco de depressão e ansiedade é uma parte normal da vida que pode ser curada com a oração e o pensamento positivo.

No entanto, às vezes, inconscientemente, alimentamos esses sentimentos negativos a ponto de desenvolver um transtorno de ansiedade ou depressão clínica. Para aqueles de nós que experimentam níveis anormais e insalubres de depressão e ansiedade, há esperança no Islã para superar esses sintomas debilitantes sem recorrer a produtos farmacêuticos.

Entretanto, se a depressão e a ansiedade persistirem após o esgotamento dessas técnicas, a intervenção médica por um médico especialista pode ser necessária, pois Deus nos deixou o conhecimento para utiliza-lo. Devemos buscar nossa cura para a depressão e a ansiedade de uma maneira holística, abordando seus aspectos físicos, mentais e espirituais. Esses sintomas ocorrem porque há algo errado em nosso corpo, mente ou espírito que precisa ser consertado.

Demasiadas vezes os muçulmanos procuram a cura apenas por meios espirituais de oração, mas ficam desapontados quando os sintomas persistem. Embora a oração seja muito importante, é apenas uma peça do quebra-cabeça. Não podemos alcançar alívio total até restaurarmos um equilíbrio saudável em todos os aspectos do nosso ser. Em primeiro lugar, devemos reconhecer que no Islã nossos corpos físicos têm o direito sobre nós de cuidar de nossa saúde, otimizar nossa nutrição, dormir com qualidade suficiente e fazer exercícios regularmente.

Ibn Rajab relata que os médicos árabes clássicos costumavam dizer: “A dieta é a base da medicina e o estômago é a base da doença. Deus diz no alcorão: Ó vocês que creem, comam das coisas saudáveis ​​que Nós provemos para você e sejam gratos a Allah se for Ele que você adora.” (2:172)

Grande parte dos alimentos industriais produzidos em massa em nossa era é altamente processada e contém muito açúcar, sal, produtos químicos e outros aditivos. Devemos tomar medidas para comer menos açúcar, menos sal, menos carboidratos vazios, acrescentando mais frutas, verduras e proteínas saudáveis ​​à nossa dieta.

Até mesmo a forma de comer o Profeta Muhmad SWS ensinou, dizendo para encher o estômago com um terço da comida, um terço da bebida e um terço deixado vazio.

Além da dieta, precisamos ter certeza de que dormimos e fazemos exercícios com qualidade suficiente. Assim é dito no alcorão: “E fizemos o seu sono para descansar e a noite como cobertura.” (78: 9-10). Seguir as tradições proféticas a esse respeito e estabelecê-las como uma rotina noturna rejuvenescerá o corpo e ajudará o processo de cura.

Em seguida, temos que limpar nossas mentes de pensamentos negativos e pensar positivamente tanto quanto pudermos. Os pensamentos costumam ser difíceis de regular, mas temos certo grau de controle sobre o que escolhemos pensar e refletir. O verdadeiro fiel deve tentar ser um otimista, pensando o melhor sobre Deus e Seus decretos, ao invés de ser um pessimista sempre pensando no pior cenário possível.

Uma das maneiras mais destrutivas de pensar é alimentar o ódio, a inveja e a malícia em relação aos outros. Muitas vezes nosso ódio pelos outros prejudica a nós mesmos mais do que a qualquer outra pessoa. Precisamos nos forçar a perdoar os outros, a nos livrar dos ressentimentos e acalmar os sentimentos de raiva reprimidos. O caminho profético é limpar nossa mente de pensamentos odiosos todas as manhãs e noites, através da oração e da súplica.

O Profeta Muhmad SWS assim aconselhava os outros: “Ó menino, se você for capaz, todas as manhãs e noites, de remover qualquer rancor do seu coração para alguém, então faça isso.”

Não devemos nos entregar a pressuposições negativas e suspeitas contra os outros. Às vezes nos encontramos pensando o pior sobre os outros e até mesmo expressando através de calúnias. Temos que nos pegar nesses momentos e mudar nossa conversa mental para algo melhor.

Não apenas devemos controlar nossos sentimentos em relação aos outros, mas também precisamos controlar nossos sentimentos em relação aos objetos. Quando nossa felicidade depende do ganho e do sucesso material, estamos fadados a ficar desapontados, pois tais coisas mundanas nunca durarão.

Muitas vezes as pessoas ficam deprimidas quando não conseguem o que querem, mas os verdadeiros fiéis que não estão ligados a essas preocupações são sempre felizes, mesmo em circunstâncias terríveis.

Na vida, ficaremos desapontados quando sentirmos dificuldades e perdas, mas nossa fé e confiança na infinita sabedoria de Deus nos ajudará a suportar essas provações e nos manteremos focados no maior objetivo da Outra Vida.  É preciso esforço e perseverança quando nos encarregamos do nosso bem-estar. Cada um de nós experimenta um conjunto único de circunstâncias e desafios, o que significa que os detalhes de nossos planos de tratamento variam, mas nossa restauração completa sempre envolverá a cura de cada aspecto de nosso ser: corpo, mente e alma.


TAGS:

Girrad Mahmoud Sammour

Girrad Mahmoud Sammour, Advogado, Pós Graduado em Processo Civil, Professor Divulgador Do Instituto Latino Americano De Estudos Islamicos-Ilaei, Diretor Da Mesquita De Barretos-Sp. Dúvidas e palestras  [email protected]

Ver mais publicações >

OUTRAS PUBLICAÇÕES
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente