Psicologia – insegurança emocional

Opinião
Guaíra, 29 de agosto de 2017 - 09h36

A insegurança é um estado emocional no qual a pessoa apresenta um sentimento de inferioridade, sentindo que não é boa o suficiente para realizar determinada tarefa ou para ser amada, aceita ou reconhecida.

A insegurança traz um sentimento de incapacidade e de não merecimento, por mais que a realidade mostre o contrário.

Mas insegurança é algo inerente ao ser humano e, quando em níveis normais, pode ser útil.

A insegurança faz com que haja aumento no nível de ansiedade e agitação fazendo com que a pessoa automaticamente encontre meios e ferramentas para enfrentar a situação e seguir adiante.

Portanto, nesse nível a insegurança e suas emoções decorrentes exercem um papel protetor. O problema está quando a ansiedade e agitação decorrentes desseefeito são muito elevados a ponto de prejudicar a vida diária de uma pessoa.

Esse sentimento é geralmente definido como uma sensação de desconforto que é desencadeada por acreditar ser inútil, não amado ou não bom o suficiente.

A pessoa que é insegura emocionalmente pode desenvolver transtornos mentais, como o transtorno de personalidade borderline e transtorno de personalidade narcisista, o que muitas vezes resulta em baixa autoestima ou o contrário, autoestima muito elevada, que se manifesta através de arrogância ou ar de superioridade.

Ao contrário de quem é emocionalmente confiante, uma pessoa insegura é psicologicamente mais frágil, e dá muita ênfase às suas próprias falhas. A insegurança desencadeia atitudes de compensação, como a prática de bullying, comportamentos agressivos, geração de conflitos, inveja, ciúmes, dependência emocional, antipatia e raiva.

Embora o medo seja um importante mecanismo de proteção que afeta decisões e ações, muitos medos e inseguranças são inconscientes e prejudiciais — especialmente nas ocasiões em que há uma grande oportunidade, que acaba sendo perdida justamente por conta da insegurança.

A pessoa que deseja superar suas inseguranças podem buscar ajuda e aconselhamento com um psicólogo que irá identificar as razões para se sentir de tal forma.


TAGS:

Pâmela Pereira Inomata

Pâmela Pereira Inomata

Psicóloga | CRP 06 | 103502 – Atendimento de crianças, adolescentes e adultos…

Rua 16, Nº 605 – Centro – Esquina da Avenida 13

17 | 3331 2675 – 3331 5644

Ver mais publicações >

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS PUBLICAÇÕES
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente