Ouvidoria da Santa Casa de Guaíra justifica atraso no pagamento do salário de seus funcionários

Geral
Guaíra, 15 de setembro de 2016 - 09h52

Entidade alegou que as receitas previstas não foram pagas na data correta. Servidores receberam o salário na noite desta terça-feira (13)

A ouvidoria da Santa Casa de Misericórdia de Guaíra respondeu aos questionamentos, enviados por esta folha na última quinta-feira (8), justificando o atraso no pagamento do salário de seus servidores.

De acordo com a entidade, as receitas previstas não foram pagam na data correta e que os funcionários receberiam nesta terça-feira (13). “O Pagamento foi enviado via arquivo para o Banco nesta data [13/09/2016], quando do recebimento do IAC Municipal de Julho e do IAC Federal de agosto, segundo o gerente estará disponível à noite na conta dos funcionários, devido à greve dos bancos.”

Segundo a prefeitura, o repasse da subvenção para o hospital foi realizado no dia 06 de setembro, no valor de R$ 335 mil. A ouvidoria declarou que este dinheiro foi destinado para o “pagamento dos honorários médicos dos serviços prestados no mês de julho, e não para pagamento de salários.”

A Santa Casa ressaltou que, mesmo com o repasse no total de R$ 4.200.000,00 em 2016 realizado pelo governo municipal, este valor “necessita de complementação” para cumprimento dos pagamentos do segundo semestre, para finalizar o ano sem débitos.

“Foi enviado ofício 066/2016 à Secretária de Saúde, em junho passado, para as providências na Prefeitura. E a Santa se mantém com receitas de atendimentos de Convênios e particulares, mais doações, e, do atendimento do Convênio SUS, que não cobre as despesas e que vem com atrasos de pagamento todo mês”, diz a Santa Casa,  destacando que o hospital está “suportando o atendimento SUS sem o repasse de todas as verbas necessárias para custeá-lo, juntamente com os demais atendimentos. Para isto existe a Subvenção Social enviada pela prefeitura, para auxiliar nas despesas do hospital, que ficam sempre além da receita com o atendimento SUS.”

Para a diretoria da entidade, o repasse realizado mensalmente pela prefeitura não é suficiente. “O valor encaminhado mensalmente tem sido insuficiente para cobrir as despesas, apesar de existirem outras fontes de receita para o hospital (atendimento de convênios e particulares), que no entanto, ainda não suprem todos os gastos.”

Atualmente, a Santa Casa de Misericórdia de Guaíra acumula um déficit de R$ 2 milhões, no total.

 


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Geral
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente