Procon Guaíra alerta população para evitar golpes virtuais

Criminosos estão aproveitando a pandemia do coronavírus para roubar dados das vítimas; veja as dicas para evitar problemas

Geral
Guaíra, 14 de abril de 2020 - 02h12

O PROCON, vinculado à Secretaria da Justiça e Defesa da Cidadania, alerta para a ocorrência de golpes virtuais: fraudadores estão utilizando esse momento de pandemia do coronavírus para roubar dados dos cidadãos por meio do envio de links falsos.

Com o início do pagamento do auxílio emergencial concedido pelo governo federal aos trabalhadores autônomos e informais, é preciso ficar atento ao envio de falsos links. O saque do FGTS anunciado pelo governo, que permite a retirada de parte do saldo de contas ativas ou inativas e visa minimizar os efeitos econômicos da pandemia, também deve ser motivo de atenção.

“Nesse momento de dificuldade pelo qual todos passam, devemos estar alertas e ter cuidados redobrados com criminosos que se aproveitam da situação. É inadmissível que pessoas de má-fé usem uma crise grave para lesar as pessoas”, afirma Fernando Capez Secretário Estadual de Defesa do Consumidor”. Envios de links com falsas ofertas de ajuda, auxílio, dinheiro, etc., que chegam pelo whatsapp, redes sociais e e-mails podem roubar os dados das vítimas, prejudicando-as ainda mais.

De acordo com denúncias feitas pela imprensa, após a chegada do coronavírus no Brasil, quase 6 milhões de brasileiros já acessaram links falsos. Há notícias de que, além do auxílio emergencial e saque do FGTS, fraudadores têm usado outras ofertas e informações para aplicar golpes (como falsos aplicativos, por exemplo).  É fundamental ficar atento às orientações a fim de evitar mais problemas.

Dessa maneira, o PROCON Guaíra está orientando a comunidade. Para obter informações e pedir o auxílio emergencial, acesse os sites oficiais (governo federal e Caixa Econômica Federal). Sobre o saque do FGTS, dúvidas sobre valores e a data do saque podem ser consultadas no aplicativo do FGTS e pelo site da Caixa.

“Não acredite em ofertas de ajuda, auxílio, dinheiro etc. enviadas pelo whatsapp, redes sociais, e-mails e não clique nesses links”, alerta a entidade, que continua: “não confie e não compartilhe links e informações dos quais não tenha certeza da origem; não preencha formulários que não estejam nos sites oficiais; baixe aplicativos apenas das lojas oficiais; e, em caso de dúvidas ou dificuldades, procure um familiar ou amigo que possa ajudar”.

 


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Geral
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente