Saiba como reduzir os custos de suas obras para aumentar os lucros do seu negócio

Geral
Guaíra, 14 de junho de 2020 - 11h22

Compreender o potencial de lucratividade de uma obra é indispensável para que uma construtora evite gastos desnecessários, obtenha maiores lucros financeiros e encontre as condições ideais para impulsionar o crescimento do seu negócio. Para o alcance de ganhos mais expressivos, a diminuição de despesas se mostra como uma das melhores opções para empresas deste tipo. No entanto, essa decisão deve ser pautada por análises minuciosas e planejamentos, que permitam a contenção de valores, sem comprometer a qualidade e segurança das construções.

De acordo com a Diretora de Marketing da empresa de revestimentos inteligentes Ecogranito, Simone Las Casas, o ponto de partida para a redução de custos em uma obra é ter o controle contínuo sobre os investimentos empregados na mesma. “É essencial que os responsáveis pelas construtoras fiquem atentos diariamente ao andamento e evolução de seus projetos e ainda identifiquem quais deles estão produzindo resultados positivos ou causando problemas e perdas. Este tipo de atitude pode ser determinante para a conquista de uma boa lucratividade. Ainda é preciso que as obras possuam planejamentos bem delineados e um orçamento que leve em consideração possíveis falhas, erros e os custos relacionados a cada um dos serviços e materiais demandados”, orienta.

Segundo Simone, o acompanhamento diário das obras pode evitar diversos problemas como, o uso inadequado de materiais, o desperdício de produtos, a demora na conclusão de cada uma das fases do projeto, a desinformação e a disseminação de erros de comunicação entre os colaboradores envolvidos no processo de construção. “Para realizar esse monitoramento constante, as construtoras podem fazer uso de softwares e programas especializados no gerenciamento de obras, orçamentos e cronogramas. Com base nos dados fornecidos por estas ferramentas, a equipe responsável pelo setor financeiro das construtoras pode avaliar se os recursos destas empresas estão sendo investidos corretamente ou mal aproveitados. O estabelecimento de um maior domínio sobre os gastos contribui para a elevação da produtividade, a otimização do tempo, diminuição de atrasos, o respeito a padrões de qualidade e o aprimoramento do uso de insumos”, ressalta.

Simone explica que uma lucratividade notável é resultado de ações conjuntas que devem incluir a atuação atenta e dinâmica do setor financeiro das construtoras, a inspeção e atenção contínua do engenheiro responsável, e por fim, a gestão ativa e eficaz do canteiro e da mão de obra presente nos locais das construções. “Acredito que para agir de forma preventiva diante de possíveis adversidades, uma construtora deve ficar atenta ao orçamento de seus projetos, evitar desperdícios, padronizar processos, fazer o registro diário das atividades desempenhadas por seus colaboradores e manter a organização de seus estoques”, destaca.

Ainda é preciso sempre considerar as características climáticas do ambiente da obra e adquirir materiais que sejam de qualidade e ofereçam um bom custo-benefício. “Fazer uma análise prévia desses fatores é de suma importância, pois eles irão definir o grau de segurança, qualidade e de impacto no orçamento de cada construção. O Ecogranito, por exemplo, é um produto que não só oferece um bom custo-benefício como também é versátil, durável e de fácil manutenção. É muito importante ficar atento a esses tipos de atributos não só no momento da compra dos revestimentos, mas na aquisição de qualquer outro material de construção”, conclui.

Por: Débora Anunciação

 


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Geral
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente