Sindicato entrega pauta de reivindicações dos servidores públicos para 2016

Cidade
Guaíra, 17 de fevereiro de 2016 - 10h12

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais vem, desde o ano passado, listando as principais necessidades da categoria para atual exercício

 

O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Guaíra (Sindserv), Rodrigo Soares Borghetti, já protocolou na prefeitura a pauta de reivindicações da Campanha Salarial da categoria de 2016 e solicitou uma reunião com Sérgio de Mello para discutir as necessidades dos trabalhadores.

O documento visa garantir a manutenção de benefícios e cumprimento das promessas publicamente feitas pelo atual prefeito, além de dar foco à importância de itens como: Reajuste, Alimentação, Plano de Carreiras, Insalubridade, Aposentados e Pensionistas, Vale Transporte, Saúde Bucal, Educação, Capacitação e Segurança no Trabalho. “Durante a confecção do documento, a diretoria buscou incluir os pedidos dos Servidores de todos os setores em seus variados seguimentos”, expõe Rodrigo.

A diretoria do Sindserv aguarda, agora, o agendamento de um encontro com o prefeito para debater valores que abrangem desde o salário da categoria, conforme a promessa contida no “Pacto da Maturidade”, feito no início do mandato de Sérgio de Mello, que prevê ganho real de 10% durante os quatro anos de governo do petista, incluindo vale alimentação no valor do Procon-Dieese, que atualmente gira em torno de R$ 647,59, conforme a Promessa Pública, até Vale Transporte.

Na pauta de reinvindicações ainda se destacam: a prevenção de acidentes com a criação da CIPA; a continuação do Plano de Reestruturação do Plano de Cargos; Carreiras e Salários para todo o funcionalismo da cidade; auxílio-alimentação para os padrões 18, 19 e 20; a preocupação com os servidores aposentados que infelizmente perdem o auxílio-alimentação quando chegam a se aposentar; direito adicional de periculosidade aos trabalhadores que utilizam motocicleta; resíduo do Fundeb  dividido para todos os servidores da Educação; concurso público para alguns cargos; plano odontológico custeado 50% pelo município; entre outros.

“Esperamos favorecer essas pessoas que servem com dedicação a toda população guairense. Também não poderíamos esquecer de nossos aposentados e vamos lutar para que os mesmos recebam auxílio-alimentação”, destaca Borghetti.

Sobre o reajuste salarial da categoria, o presidente confirmou que insistirá para que o prefeito mantenha sua promessa. “Tenho em mãos uma cópia registrada em cartório da Promessa do Prefeito Sérgio de Mello e vamos cobrar o cumprimento de todos os itens. Reajuste com ganho real de 10% nos quatro anos de governo e Auxílio-Alimentação no valor da Cesta Básica do Procon (R$ 647,59) são nossas prioridades. Para provar se ou não um homem de palavra o prefeito deverá reajustar os vencimentos em 5,5% acima do índice de inflação (2,5% referentes 2015 e 3,0% referentes a 2016)”, ressalta.

Rodrigo ainda comentou sobre a atuação da prefeitura em 2015. “Ano passado o Prefeito nos deixou sem ganho real, mas esse ano vamos lutar com garra pelo cumprimento de cada item da pauta. Nossa Diretoria é aberta ao diálogo e queremos negociar cara a cara com o Prefeito. Somos educados, porém insistentes. Vamos buscar essas conquistas junto ao Executivo”, conclui.

Pacto da Maturidade

Em 2013, Sérgio de Mello e seu vice, Denir Ferreira, divulgaram o “Pacto da Maturidade” que criaram alegando ser o “maior pacto de valorização do servidor guairense nos mais de 80 anos de história de Guaíra”.

Além do reajuste no salário dos servidores e da garantia de ticket alimentação no valor de R$ 330, a complementação de 50% na cesta de natal e um 13º auxílio de R$ 495, o prefeito havia ofertado o antigo Clube Maracá, que estava desativado, para o lazer dos funcionários públicos, que seria transformado, via aluguel, em Clube dos Servidores. No acordo, a prefeitura pagaria metade do aluguel e o Sindserv a outra metade.

Na promessa, Sérgio também garantia a criação de uma Comissão Permanente de Estudos, formada por membros da prefeitura, sindicato, Deagua e Fundão, para estudar formas viáveis e legais para a implantação de plano de carreira, pagamento das licenças-prêmio, vale-transporte e melhorias estruturais em diversos setores da prefeitura.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente