Vereador Caio se posiciona sobre votação do projeto de alienação do terreno das “302 casas”

Segundo ele, com a alienação do terreno, a prefeitura receberia um valor para investir na aquisição de  outra área para a construção de mais casas

Política
Guaíra, 29 de julho de 2020 - 23h03

Na última edição do Jornal O Guaíra, a reportagem de destaque “Projeto de lei para alienação de terreno das ‘302 casas’ não passa pela Câmara” expôs a opinião da maioria dos vereadores. Como alguns não conseguiram enviar suas posições antes do fechamento desta folha, confira agora as declarações do parlamentar Caio Augusto:

“Desde que resolvi ser candidato a vereador, fiz um compromisso de trabalhar por Guaíra e nossa população. E, pensando assim, eu votei favorável ao projeto de lei número 33/2020 por entender ser uma proposta inovadora que vem de encontro às necessidades da nossa população que anseia em ter sua casa própria. Hoje, pra se ter uma ideia de comparativo, uma família adquire um terreno para construir sua casa e paga uma prestação em torno de R$ 600,00. Neste projeto, com alienação da área para uma empresa construir as moradias pelo programa Minha Casa Minha Vida, o cidadão pagaria praticamente este valor com o terreno e a casa pronta. Sem contar que se o projeto tivesse sido aprovado  iria diminuir a especulação imobiliária, com queda de valores de terrenos e aluguéis em nossa cidade. Outro ponto que devemos analisar é que alienando esta área, a prefeitura receberia um valor para investir na aquisição de outra área para a construção de mais casas para a população. Lamento muito que este projeto tenha sido rejeitado, interrompido. Quem perde é nossa população!”


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Política
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente