Cuidado: golpistas se passam por fiscais da Vigilância para extorquir comerciantes

Setores de Saúde e Tributação informam que fiscalizações só ocorrem de forma presencial

Policial
Guaíra, 3 de fevereiro de 2020 - 16h43

Na última semana, a Vigilância Sanitária de Guaíra foi procurada por um comerciante, que denunciou uma tentativa de golpe por parte de um “agente” do setor. Segundo ele, um criminoso estabeleceu contato telefônico com o empresário e, dizendo ser “Dr. Sergio da Vigilância Sanitária de São Paulo”, tentou extorqui-lo, pedindo valores para evitar que o estabelecimento fosse fiscalizado podendo ser autuado e multado.

Em primeiro lugar, a Vigilância Sanitária de Guaíra informa que é o órgão responsável pela fiscalização de todos os estabelecimentos, sejam comerciais, industriais e até os da área de prestação e serviços em saúde. O órgão ressalta que “em hipótese alguma os fiscais recebem valores para executar ou para deixar de executar qualquer tipo de inspeção, ou qualquer outra ação atinente ao setor.”

A vigilância frisa que todas as suas ações de fiscalização ocorrem de forma presencial e com servidores da prefeitura. Lembrando que, mesmo em casos excepcionais, quando vêm a Guaíra fiscais do Estado, estes sempre são acompanhados pelos agentes locais.

Em casos claros de extorsão, como no fato relatado, independente de ser golpe ou não, o correto é que a vítima procure a Vigilância Sanitária ou mesmo a polícia. Já em caso de dúvida da identidade do fiscal, o cidadão pode esclarecer ligando gratuitamente para a Ouvidoria da Saúde: 0800 940 0250, ou também pessoalmente na Secretaria de Saúde, na avenida 9, nº 901, esquina com a rua 22.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Policial
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos