Revitalização do Parque

Editorial
Guaíra, 3 de setembro de 2019 - 09h43

Na última edição desta folha, o assunto deste espaço também foi o Parque Maracá.

Agora, voltamos a falar dele porque está havendo uma movimentação – vinda da administração municipal – no sentido de dar uma manutenção nos equipamentos da Academia ao ar livre que existem em nossa cidade. Por enquanto são os do Parque que estão sendo revitalizados, pois já não era sem tempo.

Acontece que – como reivindicamos anteriormente – cada vez mais o guairense tende a encontrar no nosso parque um lugar prazeroso para passar com a família. É importante e não custa salientar que faltam alguns itens para tornar aquele local ainda mais frequentado: Água potável, lixeiras e banheiros.

Em outras épocas, até havia várias lixeiras espalhadas pela extensão do Parque. Hoje, são em números menores e localizadas longe do fluxo que os populares escolheram para fazer o seu piquenique. O importante mesmo fica, ainda, por conta da falta dos sanitários.

Uma vez atendida esta parte da população, que ama passar as suas horas de lazer com a família e amigos no espaço, é necessário que haja um mínimo de fiscalização para impedir as ações dos vândalos.

Acontece que estes desocupados não se limitam a arrancar as placas indicativas das pracinhas, eles jogam entulhos e lá mesmo no nosso Parque Maracá atearam fogo e amontoaram lixos nos ”pés” das árvores.

É impossível que estes atos desprezíveis sejam feitos por pessoas que passaram parte do dia jogando baralho, ouvindo música e repartindo seu isopor com seus convidados. Mas, é possível que sejam pessoas já acostumadas a destruir, a vandalizar e a espalhar lixo por aí.

Assim, será de grande valia, depois de fazer a manutenção, que guardas fiscalizem e orientem as pessoas para não danificarem os equipamentos. Estes guardas, munidos de bicicletas ou motos, deveriam fazer a ronda durante o dia e também durante à noite. Já que essa parte da população se comporta mal, e são  mal intencionados,  somente com a repressão é possível reverter este quadro…


TAGS:

LEIA TAMBÉM
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos