Estado promete flexibilização da quarentena após fim do decreto

Iniciativa levará em conta ocupação dos leitos de UTI das cidades e números de casos

Saúde
Guaíra, 20 de maio de 2020 - 22h58

Em entrevista à rádio Jovem Pan na manhã de ontem, 20, o governador de São Paulo, João Doria, considerou a possibilidade de flexibilização da quarentena de forma escalonada e heterogênea a partir de junho. A retomada das atividades deve acontecer após o vencimento do decreto estadual que segue até 31 de maio.

Doria, no entanto, ponderou a retomada da economia no estado. “Haverá um período, sim, a partir de 1º de junho em fases escalonadas, cuidadosas, zelosas e isso feito com o setor privado para a flexibilização. Mas quando possível. Neste momento, não. Nós estamos no pior momento do coronavírus no Brasil, não é em São Paulo.”

Ainda de acordo com o governador, 26% dos 645 municípios de São Paulo não têm registro de coronavírus e este fator deve ser levado em conta para o processo de reabertura. Enquanto em cidades atingidas, a taxa de ocupação do sistema de saúde definirá o modelo de flexibilização.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Saúde
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente