“Faça Bonito”: campanha de combate ao abuso e exploração sexual contra criança e adolescentes

Diretoria Municipal de Assistência Desenvolvimento e Inclusão Social, em parceria com CREAS e CRASs, está divulgando informações e orientações sobre o assunto

Cidade
Guaíra, 20 de maio de 2020 - 23h01

Na última segunda-feira, 18, foi comemorado o “Dia Nacional de Combate ao abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”. Mesmo estando em tempos de pandemia, onde manifestações, palestras e coisas do gênero são proibidas por medidas de segurança visando evitar o contágio do Covid 19, a Diretoria Municipal de Assistência Desenvolvimento e Inclusão Social, em parceria com o CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social) e CRASs (Centros de Referência de Assistência Social) não deixou a data passar em branco.

A gestão pública está enfatizando, nessa semana, a Campanha Faça Bonito alertando a população para proteger os menores e denunciar casos de abusos e exploração sexual, através dos canais de proteção, como o Disque 100 e o Conselho Tutelar (3331-6911).

“A data tem como objetivo conscientizar a sociedade sobre a gravidade da violência sexual, combater o abuso, a exploração sexual e comercial de crianças e adolescentes”, explica a diretora de assistência, Erica Zampieri

“Isso faz parte de todo um trabalho que a gente vem desenvolvendo junto com a rede socioassistencial para orientar e refletir sobre esse tema tão difícil e delicado. Ações dessa plenitude aumentam a conscientização, tornando os cidadãos multiplicadores para protegerem  os menores e incentivar a denúncia dos casos de abusos”, explica.

Denuncie

Para Erica, a sociedade é responsável para que esse silêncio seja quebrado e a realidade mude. “Se você conhece ou suspeita que alguma criança ou adolescente sofre violência, denuncie e seja a voz daqueles que não podem falar. Para denunciar, basta entrar em contato por algum dos portais, Conselho Tutelar Municipal, pelo telefone 3331 6911, ou  disque 100, que é nacional e serve para denúncias contra violência, abuso sexual, agressões físicas e/ou psicológicas cometidas contra crianças e adolescentes, ou ainda pelo e-mail: [email protected], ou pelo canal da Policia Militar, no 190”, finaliza a diretora.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente