Moradores do Reynaldo Stein fazem abaixo-assinado pedindo melhores condições ao bairro

Cidade
Guaíra, 22 de abril de 2016 - 10h35

Os munícipes reclamam da falta de suporte da prefeitura e destacam que a região não recebe serviços de varrição, de coleta de lixo, além da falta de sinalização de trânsito e os matos altos pelos terrenos abandonados

CAPA

No início desta semana, moradores do bairro Reynaldo Stein começaram a recolher assinaturas para um manifesto que exige algumas melhorias nas proximidades de suas residências.

Em suas prioridades, os residentes pedem calçadas em ambos os lados da avenida Acesso II Antas, além de lombadas estrategicamente posicionadas para evitar a alta velocidade de veículos que chegam ou deixam a cidade.

Como é a única via de acesso ao Reynaldo Stein, os guairenses pedem que a prefeitura instale uma ciclovia em ambos os lados, para proporcionar segurança aos ciclistas e crie uma conversão no Acesso II na altura da principal entrada do bairro.

Como a região não possui nenhuma placa de sinalização de trânsito em suas ruas, os residentes também pedem que sejam instaladas para melhor locomoção.

Outra preocupação dos munícipes é o grande número de terrenos que estão praticamente “abandonados”, com mato alto, o que ocasiona em um aumento de mosquitos e insetos.

“Não podemos esquecer que o ‘trevo antas’ é o acesso II do nosso município. Sofremos também com a ausência de varrição e coleta de entulho, falta de sinalização de trânsito e mato alto pelos terrenos abandonados pelo bairro”, desabafa o guairense Flavio Tavares, um dos autores do abaixo-assinado.

“O único acesso do bairro não possui calçadas para os pedestres que ali transitam e tendo que passar na rua por conta do entulho e mato alto é eminente o perigo por conta da velocidade desenvolvida pelos veículos que adentram nosso município”, completa.

BUSCANDO SEGURANÇA

Como o bairro Reynaldo Stein é um pouco afastado do centro da cidade, sendo mais vulnerável a furtos e roubos, os moradores criaram um grupo na rede social Whatsapp para que os vizinhos troquem informações e consigam, através da colaboração, manterem a proteção de suas residências.

Porém, o principal assunto do grupo se transformou. Os guairenses agora se revoltam com o descaso com a região, já que estão com o pagamento de seus impostos em dia. “Esse é o resultado do crescimento desordenado da nossa querida Guaíra e é isso que acontece quando a necessidade da população é explorada ao invés de ser suprida”, destaca Tavares.

Como o bairro ainda é pequeno, a organização conseguiu coletar 100 assinaturas, até o final da tarde desta quarta-feira (20) e irá protocolar o documento na Câmara Municipal, na próxima segunda-feira (25).


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente