Municípios têm adotado uso de máscara para diminuir contágio do coronavírus

Para incentivar o uso em Guaíra, o Grupo Vicente Lacativa iniciou campanha pelas redes sociais

 

Cidade
Guaíra, 21 de abril de 2020 - 09h11

Estados e muitos municípios têm adotado o uso de máscaras para as pessoas que saem de casa como medida de prevenção ao COVID-19. Pará e Minas Gerais são alguns dos exemplos, assim também como Belo Horizonte e a capital paulista, São Paulo.

O Mato Grosso, inclusive, prevê multa para quem não cumprir a exigência de se utilizar máscaras em transportes públicos, estabelecimentos comerciais em funcionamento, entre outros.

O uso do objeto no rosto tem se mostrado eficaz em alguns locais, como na República Tcheca, que tem registrado diminuição do contágio do coronavírus e, por isso, voltará com o funcionamento de diversas lojas e o governo iniciará um plano de medidas para relaxar a quarentena.

No Brasil, o Ministério da Saúde realizou uma campanha para estimular a população a fazer suas próprias máscaras de pano, em uma espécie de barreira física contra o novo vírus, com o intuito de garantir uma alternativa de proteção e diminuir a corrida por esse tipo de produto, garantindo a oferta a profissionais de saúde.

De acordo com a pasta, pesquisas têm apontado que a utilização de máscaras caseiras impede a disseminação de gotículas expelidas do nariz ou da boca do usuário no ambiente, garantindo uma barreira física que vem auxiliando na mudança de comportamento da população e diminuição de casos.

A recomendação é para que a população use máscara sempre que sair de casa e tenha uma outra reservada, já que elas precisam ser trocadas a cada duas horas.

Em Guaíra

No município, até o fechamento dessa edição havia sido confirmado um caso COVID-19 em uma paciente de Guaíra, entre outros internados em Barretos positivados para o coronavírus.

Assim, a fim de evitar que esse contágio ocorra pelas ruas, estabelecimentos, mercados, entre outros, o Grupo Vicente Lacativa iniciou uma campanha de incentivo pelas redes sociais para que as pessoas utilizem máscaras ao sair de casa.

O produto está mostrando ser uma ferramenta para limitar a propagação de doenças respiratórias, incluindo o novo coronavírus. Para a comunidade, é sugerido que utilizem máscaras de tecido, principalmente porque a cirúrgica deve ser reservada para os profissionais de saúde.

Porém, a diretoria do Grupo enfatiza que esse uso deve vir acompanhado de outras medidas igualmente relevantes que devem ser adotadas, como a higienização das mãos com água e sabão ou álcool líquido ou em gel a 70%, antes e após o uso das máscaras.

Como usar

Os principais cuidados que a população deve seguir ao utilizar as máscaras cirúrgicas ou caseiras: colocar a máscara cuidadosamente para cobrir a boca e o nariz e ajustar com segurança para minimizar os espaços entre a face e a máscara. Durante o uso, não se deve tocar na parte da frente da máscara, pois pode estar contaminada com o vírus, mas se tocar inadvertidamente, deve-se higienizar as mãos. Após o uso, deve-se remover a máscara pelas tiras de elástico também sem tocar na parte da frente. A máscara cirúrgica é descartável e deve ser jogada no lixo dentro de um saco plástico para não ficar exposta e a de pano deve ser lavada com água, sabão e ficar pelo menos dez minutos de molho com hipoclorito de sódio ou água sanitária. Depois de seca, deve ser passada a ferro bem quente. A máscara é individual, não pode ser compartilhada nem entre familiares.

Algumas orientações de como confeccionar as máscaras caseiras estão sendo compartilhadas em diversos canais de comunicação, inclusive nas redes sociais do próprio Ministério da Saúde, mas também há muitas costureiras confeccionando máscaras para doar e vender, feitas de tricoline de algodão 100% e TNT.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente