Nova empresa assume espaço da Usina de Reciclagem de Guaíra

Através de uma concessão feita pela prefeitura, a EcoNew irá implantar um projeto de captação de resíduos sólidos agrícolas (galões de defensivos) no local, que será totalmente reformado, com abertura de novos empregos na cidade

Cidade
Guaíra, 16 de agosto de 2020 - 08h13

Após dois processos licitatórios frustrados, na busca por organizações ou cooperativas para assumir o espaço da antiga Usina de Reciclagem do município, a prefeitura foi procurada pela EcoNew Usina de Reciclagem e Transporte e fez a concessão do local para a empresa, por cinco anos. O decreto saiu no Diário Oficial Eletrônico do Município no dia 05 de agosto de 2020.

O projeto, que provavelmente será implantado naquela área a partir de novembro desse ano, será focado em um tópico: descontaminação de resíduo e processo industrial. “Esse processo é voltado para captação de resíduos sólidos agrícolas – galões de defensivos, com tratamento biológico e sua descontaminação. Será aplicado e desenvolvido na antiga usina de reciclagem, que por decreto agora a concessão é da EcoNew, que começará a atuar – pretensão – a partir de novembro, com a área agrícola regional”, informou o gestor do projeto, José Rodrigo Gomes dos Santos.

Segundo ele, a expectativa é muito positiva, já que a logística de recebimento de galões é muito ágil. “A expertise é rápida. Facilidade na entrega do galão, funcionará de segunda a segunda, com fácil agendamento. No futuro, a nossa área comercial fará o agendamento. Esse sistema já funcionaem outro Estado e tem resultado positivo.”

De acordo com a empresa, o município ganhará em divisas fiscais. “Será implantado um centro de distribuição onde todo material processado em outro Estado será acondicionado em um estoque circulante em Guaíra e será, daqui, destinado para o fornecimento das empresas que irão comprar nossos produtos”, explicou o profissional.

APOIO À COLETA SELETIVA

Para conceder o espaço, a prefeitura fez algumas exigências. Entre elas, está o apoio aos coletores de recicláveis. “A empresa sempre se comprometeu com a coleta seletiva. Será elaborado um projeto customizado e individual para cada coletor, onde a EcoNew fornecerá um carrinho adequado, com base ergonômica, para cada coletor de reciclagem ter seu próprio. E mais, terá uma integração social e sanitária, principal para evitar contaminação, entrega de EPI e conscientização de logística, sobre o que fazer ou não fazer”, apresentou José Rodrigo.

Para ele, será uma nova ótica sobre a questão da reciclagem da cidade. “Vamos desenvolver isso passo a passo. Será feito uma triagem junto à prefeitura, que nos passará um cadastro prévio de quem é. Faremos uma organização de demanda desses carrinhos para serem entregues aos coletores.”

O prefeito José Eduardo comentou sobre o assunto. “Fizemos dois processos licitatórios para que alguma empresa, organização ou cooperativa tivesse interesse em fazer gestão no espaço da usina de reciclagem e foram frustradas. Apareceu a EcoNew com interesse e fizemos decreto dando a concessão de uso daquele espaço. Ou seja, a prefeitura não terá custo nenhum. A empresa fará a intervenções necessárias e terá que cumprir tudo o que está no decreto. Uma concessão de cinco anos, em contrapartida, além de cuidar do espaço, vão auxiliar na questão dos coletores de recicláveis. Vão fazer parte da gestão, uma direção de contundência para eles oferecerem alguns equipamentos e ajudar na logística. A ideia é essa”, finalizou.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente