População cobra eficiência da prefeitura sobre locais públicos repletos de matagal

Geral
Guaíra, 2 de fevereiro de 2016 - 10h34

Praças, escolas e canteiros estão com mato muito alto. Departamento de serviços Urbanos afirma que está fazendo a roçagem, mas não há equipamentos suficientes para agilizar o trabalho

 

 

A população guairense não está contente com a imagem da cidade nos últimos meses. Além da grande quantidade de buracos ainda espalhados pelas vias de Guaíra, os locais públicos, como praças, canteiros de avenidas e até mesmo escolas municipais, estão repletos de mato alto.

De acordo com a chefe do Departamento de Serviços Urbanos, Patrícia Paulino Gonçalves, a chuva foi um dos grandes motivos para atrasar o trabalho nestes espaços. “Tivemos um grande problema nestas últimas três semanas (chuvas intensas), o que nos impediu de fazer a roçagem e ainda aumentou o matagal. Agora o serviço acumulou e estamos tentando atingir a meta. Acredito que em um prazo de um mês tudo já esteja adequado”, destacou Patrícia.

Praça São Sebastião

Praça São Sebastião

Para a funcionária da prefeitura, o ideal seria a inclusão de mais equipamentos para o trabalho. “Atualmente estamos com três tratores para limpar toda a cidade. Quando um destes veículos faz a roçagem em algum terreno que tenha lixo ou pedras, muitas vezes o equipamento estraga e até realizarmos sua manutenção, perdemos mais um dia de serviço”, afirma. “Faremos mais uma solicitação ao prefeito para conseguirmos uma nova máquina, pois assim melhoraria e agilizaria o nosso trabalho”, completa.

Pré-escola da Rua 6 com a Avenida 23. Mato está cobrindo os brinquedos do parquinho.

Pré-escola da Rua 6 com a Avenida 23. Mato está cobrindo os brinquedos do parquinho.

Alguns prédios de ensino público estão cobertos por mato alto. Um exemplo é a pré-escola da Rua 6 com a Avenida 25 do Bairro Bom Jesus. Ao ser questionada sobre as escolas, Patrícia confirmou que estes terrenos são de responsabilidade da Secretaria Municipal de Educação. “Inclusive disponibilizei alguns funcionários do Departamento de Serviços Urbanos para que a secretária Maria Helena Tosta consiga fazer a roçagem nestas escolas”, expõe.

Segundo Patrícia, os funcionários estão recebendo um grande apoio da Frente de Trabalho e provavelmente até o final de fevereiro todos os locais públicos deverão estar em ordem. “Estamos seguindo um cronograma e trabalhando diariamente para a cidade ficar com outra ‘cara’. Ontem fizemos a praça dos estudantes e a da Avenida 23. Acredito que hoje terminamos também a São Sebastião”, conclui.

O departamento pediu para que a população colabore e não jogue lixo nas ruas e terrenos. “Temos uma grande dificuldade quando há lixo nos terrenos. Se os guairenses ajudarem o serviço será finalizado antes”, ressalta. Um dos exemplos de maus cuidados por parte dos munícipes é a pracinha da José Flores. Sacos de lixo são jogados com frequência no local.

Praça da rotatória entre a Avenida 23 e Rua 10.

Praça da rotatória entre a Avenida 23 e Rua 10.

Pracinha da José Flores com mato e sacos de lixo espalhado pelo chão.

Pracinha da José Flores com mato e sacos de lixo espalhado pelo chão.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Geral
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente