Prefeito anuncia licitação para construção de 302 casas populares para Guaíra

Além das 232 casas, que aguardam sorteio da CDHU, a administração anunciou que está lançando edital para buscar empresa que construa esses imóveis no terreno do antigo Centro Esportivo Vicente Lacativa

Cidade
Guaíra, 19 de maio de 2020 - 15h19

O prefeito José Eduardo anunciou uma boa notícia para Guaíra: a atual administração deve lançar, ainda nessa semana, o edital para chamamento público de empresas que tenham interesse em construir 302 casas populares no terreno do antigo Centro Esportivo Vicente Lacativa, localizado nas proximidades dos bairros João Vacaro e Dr. Fábio Talarico (cohab I).

“Estamos só finalizando com o departamento jurídico. Soltaremos edital de mais 302 casas do terreno do [Centro Esportivo] Vicente Lacativa, aquele que o prefeito anterior tentou fazer o processo. Nós ajustamos, vimos a parte legal e deu certo”, comemorou José Eduardo.

O Chefe do Executivo explicou que a empresa que vencer a licitação, terá que construir essas 302 moradias. O critério de escolha dos beneficiários ficará a cargo da firma licitada, que terá que deixar 20% desses imóveis aos servidores públicos. “Não será por sorteio, será por ordem daqueles que terão cadastro. Mas vão colocar algumas regras, por exemplo: queremos que 20% seja para funcionário público. A empresa pagará o terreno da prefeitura quando definir os mutuários.A gente sabe que é um modelo que tem dado certo em algumas cidades. E algumas empresas têm interesse em construir essas casas, já que Guaíra tem público pra isso.”

A área é do governo municipal, que fará o chamamento público para que, a vencedora tenha a obrigação de construir as casas populares e definir quem serão os mutuários. “Quando a firma finalizar a construção, ela pagará um valor mínimo de pelo menos seis mil reais por terreno para a prefeitura. Esse recurso volta aos cofres públicos. Lembramos que a empresa é quem será responsável por todas as aprovações nos órgãos ambientais. Além disso, vamos dar um prazo de um ano e meio adois para a finalização. Na hora que terminar, a empresa certamente recebe esse recurso da Caixa Econômica, que vai financiar isso”, explica o prefeito.

José Eduardo afirma que os beneficiários pagarão a casa através de financiamento de imóvel. “Será nos mesmos moldes da CDHU. A casa vai custar até R$ 140 mil reais. O beneficiado vai conseguir o financiamento e, dependendo do nível de renda dele, vai definir quantidade de meses e valor. Existe a possibilidade de conseguirmos que o ‘Programa Casa Paulista’, do governo do Estado, subsidie parte disso, mas, estamos tratando ao longo desse período com o governador João Doria e ainda é incerto”, anunciou.

232 casas da CDHU

Quanto às 232 casas, que continuam com o processo paralisado, devido à pandemia do novo coronavírus, o prefeito disse que já cobrou um posicionamento do governo estadual, responsável pelas residências. “Cobrei do governo e recebi a informação de que o sorteio será online, provavelmente. Como cada um tem as senhas que iam concorrer, eles devem usar essas para um momento ao vivo, pela internet. O procedimento deverá ser o mesmo, as pessoas terão um período para fazer o seu cadastro.”


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente