Projetos de Leitura colaboram para o avanço nos resultados da Escola Dalva Lellis

Cidade
Guaíra, 1 de outubro de 2016 - 08h00

Parceria entre a Sala de Leitura e professores é o incentivo que contribui para melhor desempenho dos alunos

Painel elaborado pelos alunos – Projeto ERER

Painel elaborado pelos alunos – Projeto ERER

 

Visita à EPTV – alunos classificados no Projeto EPTV na Escola

Visita à EPTV – alunos classificados no Projeto EPTV na Escola

O desenvolvimento de projetos que envolvem hábito de leitura em sala de aula tem proporcionado avanços satisfatórios à prática pedagógica e os resultados já são evidentes, pois os alunos do Ensino Fundamental II da escola Dalva Lellis apresentaram avanço significativo nas avaliações externas (SARESP e Prova Brasil), ultrapassando as metas estabelecidas pelos governos estadual e federal.

A parceria estabelecida entre a Sala de Leitura e professores é a ação que contribuiu para a melhoria do desempenho na aprendizagem dos alunos, a partir de Projetos como:

– #minhaestante – leitura de clássicos da literatura com os alunos dos ensinos Fundamental e Médio com o objetivo de despertar o prazer pela leitura e conhecimento e valorização de obras e autores brasileiros;

– #euamomatemática – desenvolvimento de atividades lúdicas e articuladas ao currículo para trabalhar a linguagem matemática em parceria com os professores da disciplina;

– ERER (Educação para as Relações Étnica Raciais) – desenvolvimento de ações para o respeito à diversidade em conjunto com professores da área de Ciências Humanas.

Além desses projetos, a escola também é atendida pelo Programa Mais Educação e trabalha atividades também voltadas para a leitura e escrita, a partir de oficinas de Letramento e Matemática.

Todas essas ações têm propiciado aos alunos a ampliação de seus conhecimentos e o seu repertório de leitura e escrita. Como exemplos de sucesso, a escola participou do Projeto EPTV na Escola 2016 e entre os semifinalistas, estão dois dos alunos guairenses. “As atividades de leitura mudaram a minha linguagem e maneira de escrever, e assim tive a oportunidade de participar do concurso e conhecer os bastidores do jornal. Foi uma experiência muito boa!”, relatou a aluna Rayssa Moura Alves.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente