Reunião discute reestruturação da Delegacia de Defesa da Mulher em Guaíra

A  proposta é transferir a DDM para uma sede mais acolhedora e criar uma rede de atendimento das mulheres que são vítimas de violência que envolva o setor público e órgãos de proteção

Cidade
Guaíra, 8 de julho de 2020 - 23h26

O segundo encontro reuniu representantes dos poderes Executivo e Legislativo, Conselho Tutelar e a Delegada da DDM, Dra. Denise

Nesta semana, ocorreram duas importantes reuniões cujo tema foi a reestruturação da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) em Guaíra, importante ferramenta de proteção aos direitos e combate à violência contra mulheres no município.

O primeiro encontro ocorreu em Barretos, onde participaram: o prefeito municipal José Eduardo Coscrato Lelis, o vice-prefeito Renato César Moreira, o presidente do Poder Legislativo, vereador José Reinaldo dos Santos Junior e a Delegada da Delegacia de Defesa da Mulher, Dra. Denise Poliselli.

Nesta reunião, foram tratados vários assuntos relacionados ao trabalho desenvolvido pela Delegacia no município, bem como a importância de união de forças entre os poderes Executivo e Legislativo para oferecer uma melhor estrutura de atendimento das demandas do órgão na cidade.

Após isso, foi agendado um segundo encontro, que aconteceu na sede da Diretoria de Assistência e Desenvolvimento Social. Estiveram presentes: José Eduardo, José Reinaldo Júnior, técnicas da Assistência Social e representantes do Conselho Tutelar do Município, além da Delegada Dra. Denise Poliselli.

Na ocasião, foram abordados vários assuntos relacionados ao trabalho desenvolvido pela DDM em Guaíra, bem como a proposta de criação de uma rede de atendimento das mulheres que são vítimas de violência, maus tratos e abuso e outros crimes que as atingem, incorporando a estrutura do  Poder Público Municipal, as forças policiais e órgãos de proteção.

A Dra. Denise destacou a importância de um ambiente acolhedor para atender as mulheres. “Fica clara a importância que um ambiente acolhedor tem no desenvolvimento dos trabalhos da DDM. Esta é uma delegacia que atende mulheres, crianças e adolescentes em seus momentos mais sensíveis e vulneráveis, o que exige um local adequado para que estas pessoas se sintam bem, e não só isso, para que os profissionais da Polícia Civil e também os demais atores da rede de proteção possam atuar de forma tranquila e satisfatória”, disse.

A proposta é alterar a sede da DDM Guaíra, que hoje se encontra nas antigas instalações da cadeia, para um imóvel, um ambiente, mais adequado, a fim de propiciar um atendimento mais humano. “A alteração da sede é um projeto, e sua viabilidade depende da conjugação de vontades e autorização do Poder Público Municipal e também da Polícia Civil, tendo em vista que isso envolve questões estruturais, de sistema e de pessoal”, frisou Dra. Denise.

Houve um compromisso por parte do prefeito e do presidente da Câmara Municipal para criar condições para a instalação da nova sede, além de criar uma estrutura para formação da rede de apoio a as ações de defesa das mulheres no município, com a possibilidade de novos projetos a serem executados.

José Reinaldo Jr. colocou a estrutura do Poder Legislativo à disposição da Delegacia de Defesa da Mulher. “Um tema tão importante como este necessita de união de todos para que possamos alcançar os objetivos. Uma rede de proteção que dê todo suporte para estas mulheres que são vítimas é fundamental e tenho certeza que o prefeito José Eduardo colocará toda a estrutura da prefeitura para apoiar estas iniciativas que visam fortalecer as ações da DDM em nosso município”, destacou o vereador.

 


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente