Qui - 18/10
31º 21º 08:30
Guaíra - SP
Colunista

Gaudêncio Torquato

Gaudêncio Torquato, jornalista, professor titular da USP é consultor político e de comunicação. Twitter: @gaudtorquato


PUBLICAÇÕES

Quem é o vice?

Por Gaudêncio Torquato Quem é o vice? Eis a pergunta central da semana. Quando Alckmin e o Centrão davam como certo o nome do Josué Gomes, filho do falecido...

O enigma Bolsonaro

Por Gaudêncio Torquato Como se explica o enigma Bolsonaro? Lidera as pesquisas, principalmente quando Lula não aparece como candidato, mas o PR e o PRP acabam de recusar parceria...

A ameaça do não voto

Por Gaudêncio Torquato As projeções apontam para a elevação do índice do NV (Não Voto – abstenções, votos nulos e brancos), na eleição de 7 de outubro, a um...

Os dândis do futebol

Por Gaudêncio Torquato O futebol está se transformando em gigantesca passarela para exibição de uma coleção de tatuagens, cortes de cabelo, piercings em orelhas e pescoços, na esteira da...

À procura de um muro?

Por Gaudêncio Torquato A observação pode parecer exagerada, mas pesquisas feitas logo após a vitória de Donald Trump atestam: o mega-empresário de topete agressivo e peito empinado ganhou o...

O vulcão social

Por Gaudêncio Torquato Os geofísicos ensinam que a fusão de rochas com materiais voláteis, quando submetidas a uma temperatura que pode chegar aos 1500º C, resulta em magma, substância...

Esculhambação geral

Por Gaudêncio Torquato Começo com uma historinha que sempre lembro para explicar estas nossas tropicais plagas. Há, no mundo, quatro modalidades de sociedade: a primeira é a inglesa, aberta,...

Os cinturões do governo

Por Gaudêncio Torquato A constatação é da ciência política. Carlus Mattus, cientista social chileno, em seu clássico Estratégias Políticas, é enfático: “não é possível combinar sacrifícios econômicos e recessão...

Povo sem esperanças é um rio seco

Por Gaudêncio Torquato Um povo descrente é como um rio seco, uma árvore desfolhada, sem viço, cor de coisas mortas. O povo brasileiro pena suas amarguras no deserto frio...

A verdade, não mais que a verdade

Por Gaudêncio Torquato Qual é o sonho de cidadãos do bem? Cantar um Hino de Louvor à Pátria amada, fazer loas aos parlamentares, ter orgulho da toga da modéstia...

As ondas eleitorais

Por Gaudêncio Torquato O campo eleitoral costuma ser movimentado por ondas. Que circulam de cima para baixo e de baixo para cima, absorvendo climas, circunstâncias, discursos e canalizando esse...

Governando com a “real politik”

Por Gaudêncio Torquato A pergunta é recorrente: se Joaquim Barbosa (PSB), Marina Silva (Rede) ou mesmo Ciro Gomes (PDT) viessem a sentar na cadeira presidencial, teriam condições de governar?...

A fadiga democrática

Por Gaudêncio Torquato O mundo padece de síndrome da fadiga democrática. A pertinente observação é do escritor, jornalista e poeta belga David Van Reybrouck, para quem as Nações atravessam...

O uso dos nomes em vão

Por Gaudêncio Torquato “Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão, porque o Senhor não terá por inocente o que tomar o seu nome em vão”. (Êxodo,...

Longe da pátria

Por Gaudêncio Torquato Os Países são expressões geográficas e os Estados são formas de equilíbrio político. E o que é a Pátria? É sin­cronismo de espíritos e corações, aspiração...

A nova policromia social

Por Gaudêncio Torquato As eleições deste ano terão como um dos seus pilares a articulação com a sociedade. Diferentemente de pleitos passados, conduzidos pelos partidos, tradicionais lideranças políticas e...

Crônica da barbárie

Por Gaudêncio Torquato Vivemos tempos bárbaros. A face de um Brasil violento se escancara, a partir do mais bonito cartão postal das cidades brasileiras, o Rio de Janeiro, onde,...

A vitimização de Lula

Por Gaudêncio Torquato A taxa de racionalidade no processo decisório da sociedade tem se expandido na esteira da contrariedade contra os políticos. Pesquisas mostram uma expressão dura – chegando...

Os perfis para as urnas

Por Gaudêncio Torquato Até o pleito de outubro, os eleitores colocarão uma lupa sobre os candidatos. Farão um controle mais apurado do que em eleições passadas. Primeiro, em função...

A dispersão do centro social

Por Gaudêncio Torquato Os grupamentos que habitam o centro da sociedade estão dispersos. Aí estão os densos núcleos de profissionais liberais – médicos, engenheiros, economistas, comunicadores, educadores, dentistas etc...

O espírito do tempo

Por Gaudêncio Torquato O melhor caminho para descobrir onde estamos e para onde vamos é dedicar um tempinho a analisar o espírito do tempo: situações que levam as pessoas...

A palhaçada na campanha

Por Gaudêncio Torquato Os climas político-eleitorais puxam bordões, refrãos, chavões e abordagens, todos centrados na ideia de dar respostas satisfatórias às demandas sociais. Bengala de apoio a candidatos e...

PT abre campanha

Por Gaudêncio Torquato Não poderia haver evento mais útil aos propósitos do PT do que o julgamento do recurso de defesa de Lula pelo TRF-4, que manteve a condenação...

A política voltando ao leito

Por Gaudêncio Torquato Se há algo positivo a se festejar no cenário político-eleitoral que começa a ser povoado com os primeiros protagonistas de 2018 é o corte nos montanhosos...

A esquerda dos artistas

Por Gaudêncio Torquato O que é e para onde vai a esquerda no Brasil? A pergunta se faz pertinente por conta do midiático posicionamento de cantores, compositores, atrizes (Carlos...

A solução está à vista

Por Gaudêncio Torquato Dados de pesquisas recentes sinalizam: nunca a sociedade brasileira esteve tão de costas para a política. 84% dos brasileiros não se sentem representados por nenhum partido...

Rejeição à política tradicional

A crise da democracia representativa, decorrente de certos fenômenos como o declínio das ideologias, o desânimo dos eleitores, a pasteurização dos partidos, a perda de prestígio dos mandatários e...

Um deserto de ideias

O que Bolsonaro pensa do Brasil? Que ideia tem trazido ao debate nacional? E Lula, conhecido pela expressão farta, sempre pronto para atacar adversários e defender o “petismo salvador...

Polarização dará o tom

Mesmo distante das eleições de 2018, sem saber que nomes entrarão na corrida, é possível fazer uma previsão sobre o discurso eleitoral tendo como ponto de partida a questão:...

Os perigos de outsiders

O ser humano só atinge sua essência dentro da comunidade política, hoje entendida como o Estado. E sua missão, como cidadão e animal cívico, é o de poder interferir...

Governos na quarta marcha

O ciclo de vida de uma administração – federal, estadual ou municipal – se assemelha a um carro de quatro marchas. Cada ano correspon­de a uma marcha. A primeira...

Cultura punitiva se alastra

A cultura punitiva ganha corpo no país sob um pesado clima de denúncias, intenso bombardeio midiático, elevação de juízes e procuradores ao pódio de “salvadores da Pátria”, invasão de...

Avulsos e a democracia representativa

A Procuradora Geral da República, Raquel Dodge, em parecer encaminhado ao STF, sustenta a possibilidade de candidaturas avulsas no país, tendo se apoiado no Pacto de São José da...

Se vis pacem para bellum

 “Se queres paz, prepara-te para a guerra”. A decisão da primeira Câmara do STF de afastar o tucano Aécio Neves e determinar seu recolhimento noturno acirra as tensões entre...

As massas, Lula e Bolsonaro

A mais de um ano do pleito presidencial, pesquisas mostram que Luiz Inácio continua a liderar o ranking de pré-candidatos ao pleito de 5 de outubro de 2018. Mais:...

Tentando ver além das nuvens

Nuvens plúmbeas, pesadas, impedem que se descubra se haverá algum raio de sol brilhando nos horizontes do amanhã. Quando este amanhã está muito distante, lá pela primavera de 2018,...

Lambança Delatória

O Brasil confirma, a cada onda sísmica, que é mesmo o território do imponderável. Quem diria que um candidato a herói da moral, prestes a deixar um alto posto...

Reforma política? Meia boca

O mês de outubro está à vista, mas a tão proclamada reforma política mais uma vez está em plena escuridão. Ameaça ser um fiasco, após meses de debate. A...

O combate ao poder invisível

Parcela considerável do contencioso que cerca a crise que afunda o país gira em torno das relações promíscuas entre a gestão pública, os políticos e os círculos de negócios....

Revoada na floresta tucana

Os tucanos, apontados como os bichos que mais gostam de pousar em cima dos muros, vivem momentos críticos nesse ciclo de turbulências por que passa o país. O partido...

A imagem negativa do governo

Alguma coisa está mal explicada: o presidente da República é impopular, mas seu governo está tirando o Brasil do fundo do poço, bastando ler os sinais de recuperação da...

As chances de Bolsonaro e Lula

A fatura que a República tira de seus ismos – grupismo, mandonismo, caciquismo, nepotismo, individualismo, fisiologismo – cresce exponencialmente com o acirramento da crise política, propiciando especulações e versões...

Lula e o incêndio eleitoral

É precária a hipótese de que a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo juiz Sérgio Moro a 9 anos e seis meses de prisão por corrupção...

A crise sobe ao pico da montanha

Há perguntas no ar que precisam de respostas: se o presidente da República é tão impopular, tendo apenas 7% de aprovação da sociedade, por que as massas não estão...

“Judiciocracia” em expansão

Por mais boa vontade que se tenha para entender que, em momento de aguda crise, o Poder Judiciário substitui eventualmente a toga pelo manto legislativo, no presente momento a...

Mapeando o território de 2018

O Brasil é mesmo um país imprevisível. Quando os sinais apontavam para um resgate da economia, mesmo de modo lento, eis que o Senhor Imponderável das Neves faz questão...

O erro monumental do PT

Uma imensa fogueira consumiu razoável parte da imagem do Partido dos Trabalhadores nas últimas duas décadas. Depois de fundado em 10 de fevereiro de 1980, o PT envergou a...

Tempos nervosos

Na esfera política, os próximos tempos serão os mais nervosos da contemporaneidade. Uma onda corrosiva devasta a imagem do Parlamento na esteira da procela que assola o poder público...

A modernização do Estado

Por que é tão difícil fazer reformas? Por que tanta grita ante a decisão do governo Temer de fazer as reformas necessárias à modernização do Estado? Maquiavel toma a...

O judiciário e a política

Há uma pendenga entre o Poder Legislativo e o Poder Judiciário que teima em não dar trégua. O último lance dessa continuada batalha foi a incursão da Câmara Federal...

Identidade e imagem do Brasil

O grau civilizacional de uma Nação pode ser aferido pela maior ou menor identificação com o sistema do qual faz parte. Assim, para enxergar o perfil do Brasil, basta...

O Circo Brasil

  O velho Brasil dá as caras. O deputado Tiririca, vestindo seu melhor figurino, o de palhaço, apresenta o também circense Bubu, arrematando: “ô, menino lindo”. Recebe o troco...

O Estado adequado

  O governo interino já anunciou a disposição de promover uma desestatização na gigantesca estrutura do Estado. Trata-se de encaminhar para a iniciativa privada atividades, operações e serviços que...

Mais Gandhi, menos chimpanzé e Maquiavel

A democracia é um jogo de cooperação e oposição. No jogo de cooperação, as regras são a persuasão, a negociação, os acordos, a busca de espaços de consenso. Já...

O PT e a crise da esquerda

O declínio do PT aponta para uma trajetória em direção à esquerda do arco ideológico, onde espera um convívio com movimentos sociais de viés radical. Continuará a proximidade com...

Basta à corrupção

  O Brasil aguarda com muita atenção a aprovação do Projeto de Lei 4.850/2016, que abriga 10 medidas contra a corrupção. Trata-se do passo mais avançado que o país...

O voto e a cabeça do eleitor

Qual é o roteiro para se conquistar o voto? Quando um eleitor opta por um candidato, que fatores balizam sua decisão? Esta é a instigante questão que os competidores...

Mais uma carta aos brasileiros?

Há 39 anos, no dia 8 de agosto de 1977, do pátio das Arcadas, no Largo de São Francisco, em São Paulo, o jurista Goffredo da Silva Telles Jr.,...

Choque na gestão pública

Zaratustra, o protagonista que Nietzsche criou para dar unidade moral ao cosmo, vivia angustiado à procura de novos caminhos, novas falas, novos desafios. Em seus solilóquios, recitava: “Não quer...

A montagem do teatro político

A política é um espaço de ambições, vaidades, devaneios e sonhos. Regra geral, os políticos se esforçam para construir uma imagem e receber o aplauso das massas. Essa meta...


Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos