Em Guaíra é assim!

Editorial
Guaíra, 12 de julho de 2017 - 09h37

Não é de agora que temos recebido reclamações a respeito do preço dos combustíveis em nossa cidade. Até uma matéria sobre este assunto já foi estampada em nossas páginas.

Há algum tempo, o vereador José Mendonça também manifestou esta preocupação que foi até motivo de seu discurso na sessão da câmara.

Recentemente uma internauta colocou uma foto de um posto de gasolina, na cidade de Ribeirão Preto, onde se lia: Etanol comum, R$1,87, gasolina comum R$ 3,37. Imediatamente outras pessoas começaram a postar o preço dos combustíveis em suas cidades: Uberaba, Uberlândia, Barretos e várias outras da região e provaram, com documento (fotos) que, na bomba, em Guaíra,  os preços estão acima até da Capelinha (outro exemplo), bairro que fica na cidade de Ipuã, na rodovia Fábio Talarico, de modo que quem se dirige daqui para Ribeirão Preto, Franca, Orlândia, São Joaquim da Barra e adjacências, visualiza a tabela de  preço  e imediatamente compara com nosso município.

No entanto, nada se compara aos preços promovidosaqui. A tabela é um tom acima. Como diziam os mais antigos: “Quem vive em Guaíra, vive em qualquer cidade do Brasil”.

Muitas vezes tivemos a esperança de que estes preços tomariam outro rumo quando os noticiários da televisão informavam que o barril do petróleo tinha abaixado e que deveriam também respingar na tabela dos postos de gasolina. Todas estas vezes vimos nossa esperança frustrada, porque isso nunca aconteceu.

Se estamos passando por uma “deflação”, como dizem os especialistas em economia, temos certeza que não foram os combustíveis os responsáveis por esta queda da inflação.

Estamos de olho.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LEIA TAMBÉM
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente