Para que tantos?

Editorial
Guaíra, 27 de outubro de 2017 - 09h24

O Brasil acompanhou minuto a minuto a votação que barrou a denúncia contra Michel Temer, Eliseu Padilha e Moreira Franco feita por Rodrigo Janot naquilo que o ministro do Supremo chamou de “Organização criminosa”.

O placar a favor de Temer já era esperado, mas, novamente, o que mais chamou a atenção do telespectador foi o desfile na tribuna dos deputados que aproveitaram as câmeras e enalteceram suas terras e suas posições perante os fatos.

Desta vez foram mais comedidos e não invocaram suas doces mãezinhas, noras, filhos, netos e esposas, mas não deixaram de passar a imagem de que muitos deles são, para nós, uns ilustres desconhecidos.

Responsáveis por decidir sobre as leis que afetam a vida de todo cidadão, os 513 deputados fazem parte de um seleto grupo muito bem remunerado no Brasil. Consideradas as principais verbas a que têm direito, cada parlamentar pode receber sozinho até R$ 83.628,53 por mês. Somado à verba para custear os funcionários de seu gabinete, o político pode custar mensalmente até R$ 180.744,66 aos cofres públicos brasileiros, valor que no ano chega a R$ 2.168.935,92 por cadeira.

Este valor poderia diminuir, mas é deles também a atribuição de votar os projetos de lei que tratam de temas como reajustes, número de vagas no Legislativo e criação ou extinção de benefícios para eles próprios.

Além do salário, cada deputado tem direito a uma cota para arcar com as despesas de mandato com itens como combustível, alimentação, passagens aéreas e hospedagens. O valor varia de acordo com o estado do parlamentar, indo de R$ 30 mil a R$ 45 mil.

Com todas essas verbas, os parlamentares também não precisam se preocupar em gastar com moradia em Brasília. A Câmara dos Deputados tem 432 imóveis funcionais dos quais 90% estão atualmente ocupados, segundo a Casa. Para os que não estão nestes locais são oferecidos mais R$ 4.253,00 por mês. O valor pode ser creditado em espécie para o deputado (neste caso é descontado o imposto de renda) ou ser pago como reembolso.

Mas, para que precisamos de tantos parlamentares assim? Infelizmente são eles que fazem as leis de forma que vamos continuar a sustentar 513 parlamentares, a maioria deles sem qualquer serventia!!!


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LEIA TAMBÉM
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente