Tiro no pé

Editorial
Guaíra, 26 de agosto de 2016 - 10h06

A política é feita por detalhes! Se for em cidade feito a nossa – pequena, onde todo mundo conhece todo mundo – os detalhes têm que ter cuidados redobrados.

As eleições passadas, já vividas e comentadas, devem servir de exemplo, tanto daquilo que se deve fazer, quanto aquilo que não se deve falar nos comícios ou reuniões que se fazem nas casas de família.

Assim, sabe-se que, quando há uma reunião maior de um partido político, a primeira pergunta que se faz é a seguinte: tinha muita gente? Quem usou a palavra? Quem falou exatamente o quê?

Estas informações chegam assim que o comício acaba, junto ao grupo rival! E em decorrência disso, podem incorrer em alguns erros: primeiro, são sempre os mesmos que comparecem aos comícios. Há uma linha de frente composta por simpatizantes que saem em todas as fotos. Dificilmente mudam-se os personagens dos comícios: as mesmas pessoas portando bandeiras e as palmas vindo dos mesmos correligionários.

Há também um erro imperdoável: deixar o microfone nas mãos de quem não tem experiência! Aí, no calor das manifestações (dos mesmos de sempre) acaba-se fazendo alguma ofensa para a pessoa do candidato rival. Aí sim, é um verdadeiro tiro no pé! Ninguém gosta de ver uma pessoa ser atacada no seu foro mais íntimo. Ninguém quer ver a família do “outro” sendo achincalhada ou insinuando, sabe-se lá o quê, deixando para quem ouve tirar as conclusões.

Esperamos uma campanha limpa e, se alguém quer uma renovação, tem que começar do começo, dos pequenos comícios!


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LEIA TAMBÉM
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente