Seg - 21/01
33º 21º 08:15
Guaíra - SP

Sebrae e Sicredi dão dicas de crédito responsável na Feira do Empreendedor, em São Paulo

Agora
Guaíra, 22 de fevereiro de 2017 - 07h46

Cartilha busca ajudar empresários que já têm um negócio, mas enfrentam dificuldades para sanar as dívidas

Feira do Empreendedor Sebrae 2015

Feira do Empreendedor Sebrae 2015

Mais de 70 mil pessoas passaram pelo Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo, que recebeu, entre 18 e 21 de fevereiro, a sexta edição da Feira do Empreendedor. O evento apresentou dicas de negócios, tanto para quem já tem uma empresa, quanto para quem pretende abrir uma.

A crise econômica pela qual o Brasil passa aumentou o número de demissões, colocando no mercado muitos profissionais competentes. Na falta de oportunidades de recolocação, essas pessoas estão empreendendo nas mais diversas áreas.

Mas, antes de iniciar o negócio, buscam dicas junto ao Sebrae-SP (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo), promotor do evento. Um dos grandes empecilhos no momento de abertura da empresa é o acesso ao crédito, pois os bancos exigem várias garantias para conceder o dinheiro para aquisição de máquinas, aluguel do ponto comercial, contratação de pessoal e outros.

O gerente de desenvolvimento de negócios da Central Sicredi PR/SP/RJ, Adilson Felix de Sá, lembra que a maioria dos novos empreendedores encontram dificuldades para captar recursos. “Além de um plano de negócios, é preciso encontrar uma instituição financeira que dê ouvidos ao cliente. Nas nossas cooperativas procuramos dar esse atendimento diferenciado e oferecer a melhor solução, além de dar dicas de crédito responsável”, ressalta.

Outro diferencial importante de uma instituição financeira cooperativa é a utilização de taxas mais competitivas que as aplicadas pelos bancos tradicionais. Além de oferecer todos os serviços financeiros, como conta corrente, cartão de crédito, investimentos e outros, as cooperativas não cobram IOF nos financiamentos.

Além disso, Sicredi e Sebrae-SP produziram a cartilha “Livre sua empresa do endividamento”, que busca ajudar empresários que já têm um negócio, mas enfrentam dificuldades para sanar as dívidas. “Existem várias formas de sair do problema, uma delas é organizar uma lista de credores, com valores, multa e juros. Além disso, é importante analisar todas as opções de linhas de crédito e saber qual a capacidade de pagamento mensal”, adianta Adilson.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Agora
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos