E agora?

Editorial
Guaíra, 15 de abril de 2017 - 07h45

Lembrando aquele dito popular que diz “puxando uma pena vem uma galinha inteira”, a famosa lista do ministro Fachin é, antes de tudo, muito democrática.

Tem de tudo: de figurinhas já carimbadas e conhecidas, até deputado que alguns de nós mal conhecia. Parece que somente o Palhaço Tiririca conseguiu se salvar do terremoto.

Mas, depois que foram divulgados os nomes dos figurões da nossa política, a pergunta que mais se vê nas rodinhas é esta: e agora?

Sabe-se que estes processos são demorados. Levam, em média, de seis a sete anos para sair a sentença. Então, não adianta se sentir eufórico achando que o Brasil vai ser passado a limpo já para as eleições de 2018.  Pode até ser que elas sejam abaladas, mas nada de concreto, como por exemplo, a prisão dos envolvidos.

Como ainda não receberam o processo, todos eles falam a mesma cantilena: “todas as doações que recebi na minha campanha foram declaradas e todas as contas foram aprovadas pelo tribunal de contas”. Todos se dizem inocentes e que as declarações dos delatores são mentirosas e fantasiosas.

Acontece que nós, cidadãos comuns, ficamos apreensivos perguntando se a Justiça tem mesmo as provas contundentes e robustas para se começar uma investigação? Será que existem papéis que provam os repasses com datas dos saques? As contas no exterior estão à disposição do Brasil para averiguações? Todas estas perguntas angustiam o cidadão brasileiro que anseia por ver, finalmente, a farra do dinheiro público livre dos quadrilheiros que assaltaram nosso país.

Este terremoto que devastou (ainda bem) o cenário político brasileiro tem apenas dois lados bons: o lado dos jornalistas, que vão ter matéria para o resto da vida; e para os advogados, que cobram uma fortuna para tentar encontrar algum ponto onde vão basear a defesa do réu. No mais, somos todos reféns dos donos da caneta.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LEIA TAMBÉM
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente