Indignação

Editorial
Guaíra, 20 de maio de 2016 - 08h05

Se o prefeito de nossa cidade não dispõe de senso crítico para perceber que uma foto com sua esposa brindando pelo aniversário de Guaíra – postada no Facebook – iria acirrar ainda mais a indignação da população, pelo menos sua assessoria deveria alertá-lo!  Não é para isso que existem assessores? E ele tem tantos!

Assim, pergunta-se: o que o prefeito e sua primeira dama estariam brindando?  Eles afirmaram que era pelos 87 anos de Guaíra!

Mas, convenhamos! Há, de fato, motivo para levantar uma taça em um brinde enquanto a cidade está às moscas, acéfala, sem rumo?

– Não houve festa do Peão!

– Não houve “Alvorada” porque não existe mais a Lyra Musical Guairense! Foi extinta pelo Prefeito.

– Não se cantou “Parabéns a você” com o Coral Municipal porque ele também foi extinto pelo prefeito.

– Não houve desfile cívico alegórico! A verba para isso – dizem –  será remanejada (como as das casinhas há três anos).

– Não há estrutura, ou equipamentos, ou medicamentos para que os funcionários dos postinhos ofereçam um serviço de qualidade para o cidadão.

– Não há um serviço de qualidade na iluminação, na segurança, na educação, nas vias públicas.

– Há sim um exagero de terceirizações, de assessorias, enquanto o dinheiro do erário se escoa por um ralo, ao invés de pagar melhor o seu funcionário público, de carreira, que fez um concurso.

– A epidemia de Dengue assolada no nosso município foi motivo de noticiário na televisão regional.

– Não houve prestígio suficiente para se erguer uma só das mil casinhas prometidas.

– Não houve planejamento na área cultural extinguindo todos os cursos na Casa de Cultura, sendo retomados apenas há cerca de 15 dias assim.

– Extinguiu-se o famoso “Guaíra Open”, que deu tantas glórias para o cetro de esporte de nossas cidade.

– Extinguiu-se também o “Natal na Praça”, a “Feira da Bondade”, o “Encontro dos motoqueiros”, as “Domingueiras” e, mais recentemente, as Festas do peão.

– Não deu andamento na “Faculdade Municipal”, que estava praticamente pronta, não fez o quarteirão da saúde, nem o quarteirão da justiça, nem o programa turístico do Guaritá, muito menos gerou um emprego sequer dando incentivo para as indústrias.

– Deixou que se demolissem o Clube Maracá, que poderia se transformar em um faculdade de Educação Física da melhor qualidade e ainda acabou com a Incubadora de empresas, com a usina de reciclagem do lixo.

– Além disso tudo ainda há indícios de – supostamente – o nome de Guaíra estar envolvido nas irregularidades das merendas escolares, no desvio de dinheiro de dentro da prefeitura e deixando jorrar dinheiro em obras que não se pode comer, vestir ou usar!

Este brinde, foi, antes de tudo, uma desfaçatez para com o cidadão de nossa cidade.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LEIA TAMBÉM
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente